GP1

Teresina - Piauí

Aníbal Lemos e Aníbinha falam sobre amor ao futebol

Os dois estiveram em lados opostos do campo nas finais do sub-17. O que não muda é o amor.

Futebol é paixão que não se mede e, quase como regra, esse amor nasce dentro de casa. Na quarta-feira (18), o Fluminense-PI foi campeão piauiense sub-17, após vencer o Altos e pudemos ver o sentimento passado de pai para filho dentro de campo. Dessa vez, de lados opostos, Aníbal Lemos e Aníbal Filho disputaram na base quem gritaria campeão.

A sorte ficou com o pai, profissional renomado e reconhecido no Piauí, que já esteve à frente de diversos projetos esportivos no estado. Agora, como técnico do sub-17 do Vaqueiro, Aníbal Lemos falou ao GP1 Esporte sobre como foi dividir o momento com seu filho.

“Eu sou um cara que, desde criança, sempre tive o sonho de jogar futebol e consegui. O Aníbal Filho também tinha esse sonho, não conseguiu, mas se formou, é um educador físico e envereda também pelo caminho do campo. Hoje, ele segue o caminho dele, ele no Altos, eu no Fluminense-PI, quis o destino que a gente se encontrasse hoje em uma final de campeonato. Então, muito feliz em saber que ele está trilhando o caminho que eu escolhi para trilhar e que já estou quase finalizando, ele é o meu seguimento”, disse Aníbal Lemos. Veja a entrevista completa.

De pai para filho: em lados opostos do campo, Aníbal Lemos e Aníbal Filho falam sobre o amor pelo futebol que ultrapassa gerações.

Posted by GP1 Esporte on Thursday, May 19, 2022

Anibinha, como é conhecido entre as pessoas que fazem futebol no estado, vê a enorme responsabilidade de carregar o nome do pai. O Altos, três vezes campeão estadual e representante piauiense na Série C do Campeonato Brasileiro, pelo segundo ano, iniciou em 2022 o projeto da base – e chegou à final, fato ressaltado pelo pai – tem um logo caminho para trilhar.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Anibinha e Aníbal
Anibinha e Aníbal

“Uma responsabilidade enorme, gigantesca, ainda mais quando você carrega o nome do pai. A gente que gosta de futebol sabe o quanto é uma responsabilidade enorme. Mas eu estou tranquilo, decidi seguir essa carreira, hoje, tudo o que eu sei de futebol aprendi com o meu pai”, relatou Anibinha.

Fluminense-PI e Altos se enfrentaram na final do Campeonato Piauiense sub-17 e o Vaqueiro levou a melhor, sagrando-se campeão da categoria um mês após o título no profissional.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.