GP1

Teresina - Piauí

Piauí vai sediar etapa do Campeonato Brasileiro de Tiro Prático dia 28

O evento será realizado no Clube de Tiro Black Bull, onde também haverá disputa de Tiro ao Voo.

No próximo sábado (28), o Piauí vai sediar a 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Tiro Prático, modalidade IPSC – CLS. O evento será realizado no Clube de Tiro Black Bull, onde também haverá disputa de Tiro ao Voo na modalidade Percurso de Caça.

De acordo com os organizadores da competição, os resultados serão lançados simultaneamente em todo o país, oportunidade em que se conhecerá os campeões de cada divisão do tiro prático, na etapa.

A competição inicia às 9h, no Clube de Tiro Black Bull, e encerra às 17h, com a premiação prevista para acontecer às 18h. Ao todo, 53 atletas já estão inscritos e disputarão as modalidades Standard, Production, Ligth, Revolver e Percurso de Caça. Também haverá torneio interno do Cclube, com premiação específica para cada uma das modalidades já descritas.

Foto: Clube de Tiro TaperaAtleta de Tiro Prático disparando na categoria Standard
Atleta de Tiro Prático disparando na categoria Standard

De acordo com o diretor de prova e árbitro, Adir Guilherme, é a segunda vez no ano e a primeira vez que Teresina sedia o evento, cujas pistas de tiro e árbitros são homologadas e certificados pela Confederação Brasileira de Tiro Prático.

“Conseguimos ter a quantidade de árbitros oficiais exigida pela confederação para sediar uma etapa do campeonato brasileiro de IPCS CLC, é um avanço muito importante para o esporte, pois colocaremos o tiro do Piauí no cenário nacional, a partir da construção de eventos como esse”, explicou Adir Guilherme, Ranger Master da Competição.

O que é IPSC?

O Tiro Prático como esporte se originou no sul da Califórnia nos anos 50. Inicialmente, as provas eram uma mistura de desafios que envolviam sacar a arma rapidamente, vencer ou contornar obstáculos de modo a poder visualizar os alvos. Em 1976 foi fundada a IPSC (International Practical Shooting Confederation) por representantes de nove países onde o esporte começava a se popularizar. O Coronel Americano Jeff Cooper (falecido em 2006), que é considerado como o "pai" do esporte, eleito como primeiro presidente da IPSC. Neste evento, conhecido como "Conferência de Columbia", foi dado início a criação de um corpo administrativo e ao processo de padronização e divulgação das regras.

O IPSC é um esporte dinâmico e desafiador, que exige que o esportista execute suas habilidades de tiro com velocidade e precisão utilizando armas com potência ajustadas ao regulamento. Além de o atleta ter que se movimentar muito, a distância e as configurações de cada pista são sempre diferentes.

As competições de IPSC são organizadas levando em consideração o Motto da prática: “Diligentia, Vis, Celeritas” (DVC), que significa “Precisão, Potencia e Velocidade”. Nelas, O árbitro (Ranger Officer – RO), sinaliza o início da série e acompanha de perto o atirador a fim de zelar pela segurança e pelo cumprimento das regras. A pontuação da pista é obtida dividindo-se o total de pontos obtidos pelo tempo gasto. Ganha a prova aquele que obtiver o maior número de pontos.

Hoje em dia, a International Practical Shooting Confederation (IPSC) organiza e regulamenta as provas de IPSC com a utilização de armas curtas (handgun), longas (shotgun) e rifle, que são promovidas em mais de noventa países, chamados de “Regiões”, da Argentina ao Zimbábue. Todos os anos os diretores regionais destas regiões se reúnem para a Assembleia Geral da IPSC.

Mais informações: NROI Iury Campelo – 86 9 9435-8343

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.