GP1

Teresina - Piauí

Finais do Campeonato Piauiense devem contar com VAR em 2023

Para José Steiffel, presidente da comissão estadual, o Albertão e o Lindolfo estão aptos para instalação.

A temporada 2023 pode vir com mudanças na arbitragem do Campeonato Piauiense. O presidente da comissão de arbitragem do estado, José Steiffel, falou sobre a possibilidade de instalação do Árbitro de Vídeo (VAR) nas partidas, já a partir da próxima temporada.

O equipamento deve estar disponível para os jogos das finais do campeonato estadual. Segundo Steifel, a comissão estadual conta hoje com 30 integrantes em atividade (entre árbitros e assistentes) dois deles têm habilitação para operar o sistema, Antônio Dib de Moraes e Diego Castro.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Árbitro fazendo o sorteio
Diego da Silva Castro é um dos árbitros piauienses aptos para atuar com o VAR

Ainda de acordo com o dirigente, o Albertão e o Lindolfo Monteiro, localizados em Teresina, estão aptos a receberem o VAR. No entanto, no interior, a situação muda e o Pedro Alelaf (Parnaíba), a Arena Ytacoatiara (Piripiri) e o Tibério Nunes (Floriano), ainda necessitam ser homologados para instalação do equipamento.

A Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) teve uma mudança geral em seu quadro após a eleição de Ednaldo Rodrigues (ex-presidente da Federação Baiana de Futebol) para o cargo máximo na entidade brasileira. Após a saída de Sérgio Corrêa – que esteve à frente da comissão e, mais recentemente, era responsável pela VAR - a CBF pôs Wilson Seneme, que esteve durante cinco anos na Comissão de Arbitragem da Conmebol.

O presidente da comissão estadual garantiu um encontro com Seneme, ainda sem data marcada, mas que deve acontecer ainda neste semestre. “Temos um diálogo muito bom com todos os meninos da comissão nacional, o Seneme agora entrou a gente já até conhece, vamos ter depois uma conversa pessoalmente, que vamos programar”, disse Steifel.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.