GP1

Polícia

PM investiga conduta de soldado que capotou viatura no Piauí

A suspeita é que o soldado estava com cinco mulheres dentro do veículo, quando se envolveu no acidente.

A Corregedoria da Polícia Militar do Piauí abriu uma investigação para apurar o envolvimento de um soldado da PM-PI, identificado como Roberto Francisco Verdiano, no capotamento de uma viatura da corporação no último dia 17 de julho de 2021, entre os municípios de São João e Campo Alegre do Fidalgo.

A suspeita é que o soldado estava com cinco mulheres dentro do veículo, quando se envolveu no acidente.

Foto: Reprodução/WhatsAppViatura da PM ficou totalmente destruída
Viatura da PM ficou totalmente destruída

Por meio de nota, a Diretoria de Comunicação da Polícia Militar do Piauí ressaltou que à época dos fatos, o policial fora autuado em flagrante e deu-se início então a instauração de inquérito para apurar as responsabilidades e quebra de conduta por parte do servidor.

Confira a nota na íntegra:

Acerca dos fatos, envolvendo Viatura da PM, a PMPI esclarece:

1. Que atua com rigor na apuração de quaisquer fatos que possam implicar quebra de conduta;

2. À época o Policial Militar, foi autuado em flagrante;

3. Concluiu-se o Inquérito Técnico, que apura as responsabilidades sobre o acidente, imputando o prejuízo a quem deu causa;

4. Ainda tramitam o processo penal militar e procedimento administrativo disciplinar;

Quartel do QCG, em Teresina, 21 de setembro de 2021.

Tiago Ribeiro - Maj PM

Subdiretor de comunicação da PMPI

Entenda o caso

O soldado Roberto Francisco Verdiano, da Polícia Militar do Piauí, ficou ferido após capotar a viatura no último dia 17 de julho deste ano, entre os municípios de São João e Campo Alegre do Fidalgo.

De acordo com a Polícia Militar, a viatura que o soldado estava conduzindo pertencia ao Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Campo Alegre do Fidalgo, onde o policial era lotado à época do fato.

Na ocasião, as primeiras informações davam conta de que o soldado estava realizando rondas na região, porém, sem o fardamento militar. Há suspeita de que ele estivesse acompanhado de cinco mulheres na viatura, fato que ensejou investigação na seara militar.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.