GP1

Política

Gustavo Neiva questiona legalidade de empréstimo assinado na França

Durante viagem à Europa, Wellington Dias assinou um pré-contrato de empréstimo com a Agência Francesa de Desenvolvimento. Neiva diz que o ato é ilegal, pois precisaria de autorização da Alepi

O deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição da Assembleia Legislativa o Piauí (Alepi), voltou a questionar o pré-contrato de empréstimo assinado pelo o governador Wellington Dias (PT) e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

De acordo com a Coordenadoria de Comunicação (CCom), o governador assinou um pré-contrato de EU$ 200 milhões para a área socioambiental e geração de renda. Gustavo Neiva alega que o ato foi ilegal, já que o Governo do Estado só pode assinar contratos com autorização da Alepi.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Gustavo NeivaGustavo Neiva

“É obrigatório [autorização da Alepi]. Qualquer operação de crédito no estado do Piauí, seja com qualquer órgão financeiro, interno ou externo, precisa da autorização da Assembleia. Ele [Wellington Dias] disse que está agindo dentro da legalidade, então ele tem que orientar a assessoria de comunicação dele porque foi a CCom que distribuiu para a imprensa piauiense, eu tenho as manchetes em todos os portais que diz que ele assinou os contratos de empréstimo”, declarou Neiva.

Gustavo Neiva acusou o Governo de divulgar Fake News sobre possíveis investimentos para justificar as viagens internacionais ao longo do ano. Até agora, Wellington Dias já viajou cinco vezes para fora do país.

“Sem autorização legislativa nem Cofiex, nem Senado, nem Tesouro Nacional vai avaliar qualquer pedido de empréstimo, porque esse o primeiro passo para a operação de crédito. Quem está errado é o Governo do Estado, especialmente a secretaria de comunicação que distribuiu uma fake News para a imprensa piauiense, porque na realidade o governador não assinou nenhum contrato de empréstimo porque ele não tem autorização legislativa para isso”, concluiu.

NOTÍCIA RELACIONADA

Wellington Dias assina contrato de EU$ 200 milhões com Agência Francesa

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.