GP1

Política

Pastor Everaldo é preso pela Polícia Federal no Rio de Janeiro

Candidato à presidência em 2014, pastor é um dos alvos da Operação Tris in Idem, que apura corrupção na Saúde do Rio de Janeiro.

O Pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do PSC, foi preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (28) na Operação Tris in Idem, que também determinou o afastamento de Wilson Witzel (PSC-RJ) do Governo do Rio de Janeiro.

Policiais federais e uma procuradora chegaram por volta de 6h da manhã ao apartamento do político, no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio. O pastor saiu de lá por volta das 7h45 em um carro da PF.

  • Foto: Alexandre Brum/Estadão ConteúdoPastor Everaldo sendo preso pela Polícia FederalPastor Everaldo sendo preso pela Polícia Federal

Às 8h25, ele chegou na sede da Polícia Federal no Rio, na Praça Mauá.

Pastor Everaldo foi citado na delação premiada do ex-secretário de saúde, Edmar Santos, por conta da influência dele no Palácio Guanabara. O ex-secretário foi preso por corrupção. E, segundo a delação, era o pastor Everaldo quem mandava na saúde.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Cláudio Castro assume Governo do Rio após afastamento de Witzel

PF cumpre mandados no portal Clube Sat e na sede do PSC em Teresina

STJ afasta Wilson Witzel do Governo do Rio e manda prender pastor Everaldo

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.