GP1

Política

Governador Wellington Dias terá maratona de reuniões com os aliados

Um dos assuntos com pressa para uma discussão mais ampla, abrange o PL devido a filiação de Bolsonaro.

Os aliados estão ansiosos para iniciar as tratativas com o governador Wellington Dias (PT-PI) acerca dos entendimentos para as eleições de 2022. Os membros da base estão trabalhando para estruturar seus times para o pleito rumo a Câmara Federal e Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

O governador retornou ao Piauí nesse final de semana e dará encaminhamentos a questões administrativas e políticas também. Um dos assuntos com pressa para uma discussão mais ampla, abrange o PL, que vive um momento de inquietação com a expectativa da filiação do presidente da República, Jair Bolsonaro que é adversário do PT, partido de Wellington.

Foto: Lucas Dias/GP1Wellington Dias
Wellington Dias

No Piauí, o Partido Liberal é aliado do governador que deverá expor sua opinião acerca do destino de seus correligionários no Estado. O PSD, do deputado federal Júlio Cesar Lima, é outra sigla que aguarda um novo diálogo com o chefe do Palácio de Karnak.

Os líderes da agremiação, reivindicam a vaga de vice na chapa majoritária que deverá ser liderada pelo secretário da Fazenda, Rafael Fonteles (PT). O problema é que nos entendimentos internos, o espaço já é dado como certo para o MDB, que definiu o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, como nome indicado para a vice-governador da chapa.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.