GP1

Política

Bolsonaro homenageia Ciro Nogueira e ministros em cerimônia no Itamaraty

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG); e da Câmara, Arthur Lira, também foram agraciados.
Por Estadão Conteúdo

Em cerimônia no Ministério das Relações Exteriores, o presidente Jair Bolsonaro entregou nesta quarta-feira, 8, a insígnia da Ordem do Rio Branco para um seleto grupo de convidados. Na lista dos agraciados estavam a primeira-dama Michelle, os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG); e da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), além do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil), Marcelo Queiroga (Saúde), João Roma (Cidadania), Flávia Arruda (Secretaria de Governo), Anderson Torres (Justiça) e Bruno Bianco (Advocacia-Geral da União) também foram homenageados. Receberam a medalha, ainda, o chefe de gabinete de Bolsonaro, Celio Faria Júnior, e os presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, e do BNDES, Gustavo Montezano.

Apesar de constarem da lista, Pacheco e Lira não compareceram à solenidade porque naquele momento se encontravam no Congresso, envolvidos na promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. A proposta é prioridade para o Palácio do Planalto porque abre caminho para o pagamento do Auxílio Brasil.

A insígnia da Ordem de Rio Branco é uma homenagem ao Patrono da Diplomacia Brasileira, o Barão do Rio Branco. Todos os agraciados citados acima foram condecorados pelo presidente com o maior grau da honraria, o Grã-Cruz.

Após a entrega das medalhas, os convidados participaram de um coquetel no Palácio do Itamaraty.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.