GP1

Política

Kleber Montezuma confirma possibilidade de se candidatar ao Senado

“É natural que o PSDB venha a se apresentar ao eleitorado piauiense nas eleições de 2022", afirmou.

O ex-secretário municipal de Educação e ex-candidato a prefeito de Teresina, professor Kleber Montezuma (PSDB), poderá disputar uma vaga de senador nas eleições de 2022. A informação foi confirmada ao GP1 na manhã desta sexta-feira (30).

Montezuma relembrou o espaço que o PSDB sempre teve na política piauiense e destacou os nomes de Wall Ferraz, Firmino Filho, Myriam Portella, Silvio Mendes, Átila Lira, Luciano Nunes, Marden Menezes e Wilson Martins no cenário estadual.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Kleber Montezuma
Kleber Montezuma

“É natural que o PSDB venha a se apresentar ao eleitorado piauiense nas eleições de 2022 com candidaturas tanto a cargos majoritários como para cargos proporcionais”, destacou o ex-secretário.

“Neste sentido, nosso nome estará, se for o caso, à disposição do partido para missões em que se leve a mensagem dos tucanos aos piauienses sobre a construção de um Piauí diferente, onde a educação seja pra valer e transformadora, que a saúde seja uma esperança de vida para todos, que a segurança pública seja uma realidade no dia-a-dia das pessoas, que o Piauí, enfim, seja um estado de esperança de desenvolvimento e bem estar e de oportunidades sobretudo para os que mais precisam”, continuou Montezuma.

Ao ser questionado sobre a posição de membros do PSDB com a possibilidade de sua candidatura, Montezuma disse que os correligionários devem discutir sobre as eleições posteriormente.

“O PSDB ainda não está tratando desse assunto. Creio que um pouco mais à frente, o partido vai de debruçar sobre a questão eleições 2022, quando, então, as lideranças tucanas devem construir boas decisões para o estado do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.