GP1

Política

Fábio Faria processa ex-ministro Ernesto Araújo por calúnia e injúria

O ex-ministro disse que Fábio Faria é um dos responsáveis por ‘transformar o Brasil em colônia chinesa’.
Por Estadão Conteúdo

O ministro das Comunicações Fábio Faria entrou com um processo na Justiça contra o seu ex-colega de governo, o ex-chanceler Ernesto Araújo, por calúnia, injúria e difamação. A queixa-crime, apresentada nesta quinta-feira, 20, à 7ª Vara Criminal de Brasília, teve como motivação declarações feitas por Araújo durante o programa ConversaTalk.

Na ocasião, o ex-ministro das Relações Exteriores afirmou que pessoas e partidos do Centrão querem uma política externa que “está transformando o Brasil em uma colônia chinesa”. Ele citou Faria como um dos responsáveis por isso. Segundo Araújo, o atual ministro das comunicações teria entregue o “5G para a China”.

“Esse ‘Centrão’ que veio aí é um ‘Centrão’ que acha que política externa é fazer tudo que a China quer. Não sei qual é o grau de interesse econômico que essas figuras aí que o senhor citou, outras, têm com a China. Mas é óbvio que há uma imbricação muito pequena, de perto entre partidos do ‘Centrão’, pessoas do ‘Centrão’ e a China”, disse Araújo.

“O senhor citou três pessoas que são chaves nisso: Ciro Nogueira, Fábio Faria, que entregou o 5G para a China, e Fábio Arruda”, acrescentou o ex-chanceler. As declarações ocorreram no mês passado.

Faria anunciou a abertura do processo através das redes sociais. Ele aproveitou para se defender. “Enquanto a gente trabalha pelo Brasil, uns só atrapalham. A partir de agora, mentiras e teorias esdrúxulas, fruto de criações mentais, serão tratadas na justiça.”

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.