GP1

Jesus Rodrigues acusa Wellington de prática oligarca ao apadrinhar candidatura da mulher


Ao rebater declarações do prefeito Paulo Martins, o deputado federal Jesus Rodrigues afirma em nota que ao apadrinhar a candidatura da mulher, Rejane Dias, o senador Wellington Dias recorre a uma prática que até bem pouco tempo era condenada pelo PT: a oligarquia. Ele disse que o mesmo faz o gestor de Campo Maior ao lançar a candidatura de seu irmão, Aluisio Martins, a deputado estadual.
Imagem: Bárbara Rodrigues/GP1Deputado Jesus Rodrigues (Imagem:Bárbara Rodrigues/GP1)Deputado Jesus Rodrigues 
O deputado Jesus Rodrigues, que desistiu de disputar a reeleição por não concordar com a concorrência, que considera desleal, da candidatura de Rejane Dias, resolveu distribuir uma nota com a imprensa depois que o prefeito de Campo Maior declarou que a mulher do senador Wellibngton Dias é independente e não precisa do apadrinhamento do marido.

Jesus entendeu que ao fazer essa declaração, Paulo Martins tinha a intenção, na realidade, de criticar o seu posicionamento de desistir da reeleição. "Dizer que a candidatura de Rejane é independente de Wellington pode ser uma forma de desqualificar minha justificativa ou ainda negar a influência e o peso do padrinhamento", afirmou o deputado federal.

Mais na frente ele dispara na direção do prefeito de Campo Maior: "Por falar em apadrinhamento, não considero natural o "esquecimento" do prefeito Paulo ao não dizer que o seu irmão, Aluisio Martins concorrerá a uma vaga de deputado estadual. Paulo poderia garantir que Aluisio não depende de seu apoio e que não intercederá pelo irmão junto às suas lideranças e apoiadores?".

No final, acusa Wellington e Paulo Martins de prática oligarca ao afirmar: "essa prática tem o nome de oligarquia e a há pouco tempo atras recebia críticas pesadas dos referidos e seu combate era uma das bandeiras do partido".

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.