GP1

Robert Rios chama Sílvio Mendes de “pústula” e ex-prefeito rebate: “não lhe temo nem fisicamente”

O embate, que teve início após matéria publicada no GP1, foi parar nas redes sociais.

Um embate entre o ex-prefeito Sílvio Mendes e o vice-prefeito de Teresina, Robert Rios, que começou nesta quinta-feira (13) após matéria publicada no GP1, foi parar nas redes sociais.

Tudo começou quando Sílvio Mendes criticou o rompimento de contrato da Prefeitura de Teresina com a Orquestra Sinfônica e chamou Robert de mentiroso. Em resposta, o secretário de Finanças da capital gravou um vídeo, que foi compartilhado no grupo “Xico Prime”, chamando o médico de “pústula”.

Robert Rios, que está na praia, disse que na segunda-feira (17) vai retornar a Teresina para dizer quem realmente é Sílvio Mendes. “Estou voltando para Teresina segunda-feira, e segunda-feira vou mostrar a Teresina quem é Sílvio Mendes. Sílvio Mendes é um pústula, que Teresina precisa conhecer”, afirmou o vice-prefeito da capital.

Logo após o vídeo circular nas redes sociais, o ex-prefeito de Teresina não deixou por menos e contra-atacou Robert Rios, em mensagem publicada na página O Piauiense, no Instagram.

Sílvio Mendes afirmou não ter medo de Robert Rios e disse que eles podem inclusive marcar um encontro pessoalmente.

“Senhor Dr. Robert Rios Magalhães, vice-prefeito de Teresina, secretário de Finanças e também de Comunicação, gozando um fim de semana a partir da quinta-feira na praia, como demonstração de que não tem o que fazer na gestão da cidade, vossa excelência sabe que não lhe temo, nem fisicamente. Já tivemos desencontro semelhante, tratado no Bar do Mijo, lembra? Fico lhe aguardando. Pode até marcar encontro pessoalmente. Ao seu dispor”, declarou Sílvio Mendes em resposta.

Foto: Reprodução/WhatsAppResposta de Sílvio Mendes
Resposta de Sílvio Mendes

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.