"Deixe de ser covarde", diz Belê Medeiros ao padre Walmir

- atualizado

Indignada com a decisão do prefeito de Picos, Padre Walmir, de retirar mais de 100 funcionários municipais da prestação de serviços na APAE do município, a deputada estadual Belê Medeiros (PP), mandou um recado para o administrador por intermédio de um alto funcionário da Prefeitura depois de saber que a medida era uma vingança pelo fato de a Associação ter historicamente a sua contribuição: "padre Walmir, deixe de ser covarde”.

  • Foto: José Maria BarrosInformação sobre ações foi confirmada pela deputada Belê MedeirosBelê Medeiros

Belê Medeiros considerou um crime o que padre Walmir está fazendo porque com a retirada dos funcionários as crianças assistidas pela APAE de Picos vão ficar sem terapeutas, fonoaudiólogos, médicos, psicólogos "e tantos outros profissionais que nós precisamos para dar assistência àquela instituição". A APAE de Picos tem uma história bonita e "eu estou engajada nesse trabalho tenho colaborado e trabalhado para que os resultados sejam satisfatórios".

EXCLUSIVAS

"Um dia usou batina"

  • Foto: José Maria Barros/GP1Padre Walmir (PT), prefeito de PicosPadre Walmir (PT), prefeito de Picos

Belê Medeiros desafiou padre Walmir: "você, que um dia usou batina, quer se vingar, se vingue de mim não das crianças que precisam da APAE”.

"As crianças não têm culpa"

A deputada Belê disse que são mais de 100 crianças que ficarão desassistidas por causa de uma vingança do padre contra ela. "As crianças não tem culpa".

Quem está matando os direitos das pessoas?

  • Foto: José Maria Barros/Gp1Gil ParaibanoGil Paraibano

A pergunta acima foi dirigida ao prefeito de Picos, padre Walmir, pela deputada Belê Medeiros, em resposta às acusações do grupo do padre de que seu tio, Gil Paraibano, era matador.

Legítima defesa

Belê Medeiros explicou que seu tio Gil Paraibano, nunca escondeu que em determinado momento da sua vida, teve que agir em legítima defesa "numa situação em que era ele ou o outro".

Parlamentar tranquila

Poucos já tinham visto a deputada Belê Medeiros tão revoltada como ontem, na Assembleia Legislativa do Estado. A sua revolta com a medida do padre foi considerada justa por quase todos que tomaram conhecimento do fato.

Perguntem ao padre

Pessoas que ouviram ontem o depoimento indignado da deputada Belê Medeiros sobre a atitude do padre Walmir, logo em seguida fizeram a seguinte pergunta: "e a Igreja católica não condena a vingança?"

Sem sorte com padres

A política do Piauí não teve muita sorte com os padres que nela entraram. Tem um na zona norte, perto de Pedro II, que é acusado de vários crimes, inclusive de estupro. Teve outro no sul do Estado que é acusado de desvio de recursos da Prefeitura. E agora o padre Walmir, acusado de ser impiedoso.

Só o padre Lira

A história e as pessoas falam muito bem de um único padre na política piauiense: Padre Lira. Este sim, tem registros altamente favoráveis como administrador e como ser humano.

Aliança não dura

O deputado Robert Rios disse ontem não acreditar que a aliança do PP e do PMDB com o Governo não demore muito porque os líderes desses partidos tem sido hostilizados por petistas.

Flávio senador?

  • Foto: Lucas Dias/GP1Flávio NogueiraFlávio Nogueira

O primeiro suplente de deputado federal Flávio Nogueira, que também é presidente do PDT do Piauí, revelou, ontem, que em 2018 o partido se movimentará para ter direito a indicar um candidato na chapa majoritária que deverá ser encabeçada pelo governador Wellington Dias.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114