Robert Rios Magalhães deve deixar o PDT em breve

- atualizado

A prevalecer a atual conjuntura política no Piauí, será uma questão de pouco tempo a saída do deputado Robert Rios Magalhães do Partido dos Flávios Nogueira, o (PDT).

As razões são de domínio público, pois, enquanto a direção do seu partido dá sustentação ao governo Wellington Dias, com mando absoluto na Secretaria de Turismo, Robert se notabiliza como o mais aguerrido e implacável oposicionista ao governo do PT, ao qual jura desamor.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Robert Rios Robert Rios

Não obstante, a característica do governador Wellington, de exímio aglutinador, sobretudo de lideranças políticas, não parece que Robert Rios siga o mesmo precedente dos seus ainda correligionários Flávio e Flávio... do PDT, ambos se empenharam pela derrota do atual governo no último pleito estadual. Porém, mudaram de planos antes mesmo de o governo se instalar oficialmente.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Flávio NogueiraFlávio Nogueira, presidente do PDT no Piauí

Ah! Isso não é privilégio apenas do PDT, que nos diga o PMDB e outras siglas mais. À luz do entendimento da maioria dos partidos, principalmente dos que têm representação na Assembleia Legislativa, tal postura se faz necessária às suas “vidas” políticas.

O que parece certo mesmo, é a debandada do polêmico deputado Robert Rios, possivelmente para o ninho tucano. Já que o político que mais se movimenta no momento visando a aventura de ser governador pela oposição é o ex-deputado federal, João Henrique Sousa.

  • Foto: Lucas Dias/GP1João HenriqueJoão Henrique

Mas, Sousa que tem ideias compatíveis com a de Robert neste pleito eleitoral de 2018, não tem como assegurar a Rios um pouso tranquilo no PMDB, pois lhe falta "poder" de persuasão junto à maioria dos dirigentes locais, para concretizar o seu plano de chegar ao palácio de Karnak. Sabe por quê? Porque o cacique pmedebista mor, Themistocles Filho, já os persuadiu com a certeza de que será o vice na chapa encabeçada pelo governador Welington Dias. Alguém ainda tem dúvidas que o deputado Themístocles será o vice na chapa da situação?

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Especialista em Direito Público, Penal e Constitucional. Advogado licenciado. Comunicação Social no CEUT. Foi vereador de Teresina, presidente e diretor jurídico do SINPOLJUSPI e da COBRAPOL. Agente e Conselheiro Penitenciário. Atualmente é diretor e professor da ACADEPEN. Ministra disciplinas de Dir. Administrativo e Execução Penal na pós-graduação em Gestão Prisional da UESPI/SEJUS.