GP1

Lucas do Rio Verde - Mato Grosso

Após chamar PM e Bombeiros, mãe encontra criança dormindo em cama no MT

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal se mobilizaram para tentar localizar a menina.

Uma mãe entrou em desespero após a filha de 4 anos sumir, nesta quarta-feira (17), na cidade de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. Equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal se mobilizaram para tentar localizar a menina. O que os pais e as autoridades não esperavam, é que a criança seria encontrada dormindo embaixo do travesseiro da cama dos pais.

De acordo com a PM, a mãe ligou "desesperada" informando que a filha estava brincando de 'esconde-esconde' com a irmã mais velha, de cerca de 10 anos, e desapareceu. O portão da residência também estava aberto. Os policiais informaram ainda que foram cerca de 40 minutos de buscas até a criança ser encontrada dormindo embaixo de travesseiros na cama dos pais.

Foto: Divulgação/ Corpo de BombeirosCriança foi encontrada debaixo dos travesseiros da cama dos pais
Criança foi encontrada debaixo dos travesseiros da cama dos pais

O soldado do Corpo de Bombeiros, Jamerson Rocha de Menezes, informou que sua equipe foi acionada pelo Sargento Marcelo da PM, que também acionou a Guarda Municipal. Soldado Jamerson detalhou que antes da criança ser encontrada no local, os policiais militares realizaram buscas pela casa, pelo bairro e verificaram até câmeras de segurança dos comércios da região, mas não encontraram a menina.

Segundo Jamersson, a mãe foi quem saiu da casa e avisou que encontrou a filha dormindo embaixo de travesseiros. "Quem entra no quarto não consegue ver que tem uma criança lá. A criança é pequena e estava bem escondida. Não se mexia, não respondia", disse o soldado.

Conforme a PM, a criança está bem e permanece na casa com os pais, em segurança.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.