São Raimundo Nonato - PI

Delzuíte Macêdo debocha da polícia e ofende costureiro no Facebook

"Primeiramente, ela queria saber quem eu era e, quando me achou na rede social, me mandou mensagens. Ela me ofendeu e tentou ofender a minha mãe”, informou a vítima.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

Dentista Delzuíte Macêdo ofende costureiro em rede social

A dentista Delzuíte Ribeiro de Macêdo, presa após fazer comentários racistas contra uma bebê, foi novamente acusada de ofender pessoas nas redes sociais. Em entrevista ao GP1 nesta quarta-feira (16), o costureiro Hérick Ribeiro afirmou que foi vítima de comentários homofóbicos da dentista. Nas postagens, publicadas pelo costureiro no Facebook, de uma suposta conversa entre ele e Delzuíte, a dentista chega a debochar de jornalistas e da polícia. A dentista afirmou ainda que o deputado federal Marcelo Castro (MDB) entrou em contato com ela para oferecer um advogado.

Em um dos prints, Delzuíte afirma que riu dos jornalistas que noticiaram sua prisão. Ela diz também que recebeu "tratamento vip" da polícia ao chegar na penitenciária, onde ficou presa durante cinco dias. A dentista ressalta ainda que o deputado federal Marcelo Castro é seu ex-sogro e entrou em contato com ela para oferecer um advogado de defesa.

“A Delzuíte voltou a usar o Facebook e viu que eu compartilhei muitas notícias referentes ao que ela fez. Eu cheguei a publicar um texto falando sobre o caso. Então, ela veio tirar satisfação comigo no Facebook. Primeiramente, ela queria saber quem eu era e, quando me achou na rede social, me mandou mensagens na rede social. Ela me ofendeu e tentou ofender a minha mãe”, revelou o costureiro.

  • Foto: Facebook/Delzuite MacedoDelzuite MacedoDelzuite Macedo

O costureiro não chegou a registrar o boletim de ocorrência, mas fez uma publicação em sua rede social denunciando a atitude de Delzuíte. “Eu pensei em processá-la ou registrar o boletim de ocorrência, mas nem o próprio crime de racismo manteve ela presa, quem dirá homofobia, pois não é um crime específico. E também, eu teria que me deslocar até o Piauí, pois moro em Brasília”, contou.

Delzuíte Macêdo

A dentista Delzuíte Ribeiro Macêdo foi presa, no dia 17 de abril, acusada de fazer comentários racistas, em sua rede social, contra uma bebê no município de São Raimundo Nonato. A bebê, que na época possuía apenas um mês de idade, é filha de uma ex-amiga de Delzuíte, Thaiane Neves, que registrou o boletim de ocorrência na Delegacia do município no dia 09 de abril.

Delzuíte ficou presa na Penitenciária Feminina por cinco dias.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Dentista Delzuíte Macêdo é liberada após 5 dias presa em Teresina

Dentista Delzuíte Macêdo ironiza prisão em publicação no Facebook

Dentista Delzuíte Macêdo já responde a vários processos na Justiça

Dentista Delzuíte Macêdo é presa por racismo contra bebê

CRO-PI repudia comentário racista da dentista Delzuíte Macêdo

MAIS NA WEB