Piauí

Delzuíte Macedo é interrogada na 10ª Vara Criminal de Teresina

Depoimento estava marcado inicialmente para o dia 27 de fevereiro em São Raimundo Nonato, porém, a dentista deixou de comparecer ao ato processual devido à falta de veículos da Secretaria de Justiça.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

Foi realizada na última terça-feira (12), audiência de instrução na ação penal em que é ré a dentista Delzuíte Ribeiro de Macedo, acusada de racismo em redes sociais.

A dentista foi interrogada pelo juízo da 10ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, dando cumprimento a Carta Precatória expedida pela Comarca de São Raimundo Nonato.

  • Foto: Facebook/Delzuite MacedoDelzuite MacedoDelzuite Macedo

O ato teve início as 11h15min e foi gravada por meio audiovisual.

O depoimento estava marcado inicialmente para o dia 27 de fevereiro em São Raimundo Nonato, porém, a dentista deixou de comparecer ao ato processual devido à falta de veículos da Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus).

Relembre o caso

Delzuíte Ribeiro de Macêdo estava sendo investigada pela Polícia Civil, acusada de fazer comentários racistas em sua rede social contra uma bebê em São Raimundo Nonato.

A bebê, que na época possuía apenas um mês de idade, é filha de uma ex-amiga de Delzuíte. A mãe registrou o boletim de ocorrência no dia 09 de abril de 2018, na Delegacia de Polícia Civil de São Raimundo Nonato.

Na publicação, a suspeita compara seu filho com a bebê: “O Gui é lindo e branco! Uma coisa eu caprichei nessa vida: eu não misturo o meu sangue com merda! Sou neta do Sr. João Apolônio. Já dizia o meu avô: 'quando não caga na entrada, caga na saída'. Aí minhas amigas só me chegam com *...* mulher como a filha de fulana é feia você já viu? kkk e eu só respondo: Não amiga! Não me interesso por gente que nunca chegará ao meu tom de pele. Não adianta pintar o cabelo de vela, se os cromossomos condenam! [...] 'Preconceito' sim, eu sou 'preconceituosa', mas abraço e beijo meus amigos de outras cores e coloridos. Mas escolhi a dedo com quem me misturar os A+ e O+”, disse a dentista na publicação.

Prisão

Delzuíte Ribeiro de Macêdo foi presa na manhã da quinta-feira, 7 de fevereiro, em uma ação da Polícia Civil do Piauí na cidade de São Raimundo Nonato. Ela já havia sido presa acusada de racismo em junho do ano passado, mas após ganhar liberdade passou a ameaçar novamente as vítimas.

A delegada regional da Polícia Civil de São Raimundo, Cynthia Verena, confirmou a prisão. A ação ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, que acatou ao pedido da defesa que relatou que Delzuíte continuava a ameaçar a vítima e seus familiares.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Dentista Delzuíte Macêdo falta à audiência por falta de veículo

Justiça marca data do julgamento da dentista Delzuíte Macêdo

Dentista Delzuíte Macêdo é presa em São Raimundo Nonato

Mais conteúdo sobre: