Teresina - PI

Juiz autoriza coligação do Dr. Pessoa ter acesso à pesquisa do Data O Dia

A decisão do juiz eleitoral Thiago Brandão de Almeida, da 001ª Zona Eleitoral, foi dada nessa quarta-feira (21).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz eleitoral Thiago Brandão de Almeida, da 001ª Zona Eleitoral, autorizou a coligação “Pra Cuidar da Nossa Gente”, do candidato a prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), a ter acesso aos dados da pesquisa do Instituto Data O DIA, divulgada nesta quarta-feira (21).

A coligação alegou que o resultado divulgado divergiu bastante de diversas outras pesquisas divulgadas recentemente, sendo bastante “discrepante” inclusive da pesquisa divulgada na terça-feira (20), registrada sob a inscrição PI-02493/2020 além de diversas outras.

Foi então tentado contato com o referido instituto através de telefone, com o objetivo de requerer os formulários e demais dados referentes a pesquisa, no entanto, a coligação afirmou que em nenhum dos telefones disponibilizados obteve resposta.

“Considerando que a pesquisa em tela é completamente divergente de diversas outras, é imperioso que o requerente possa ter acesso aos dados, especialmente para constatar o porquê de tamanha discrepância nos resultados apontados, possibilitando confrontar e conferir os dados publicados”, argumentou no pedido.

A coligação então requereu o acesso a todos os dados da pesquisa, inclusive ao mapa, sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados da pesquisa em tela, incluídos os dados referentes a identificação dos entrevistadores, questionários aplicados devidamente preenchidos pelos pesquisadores e quaisquer outras informações, para que se realize pesquisa idônea com metodologia idêntica à contestada, com fiscalização do Ministério Público e Justiça Eleitoral, caso entendam necessário.

Foi solicitado também que as informações sejam enviadas através de email disponibilizado pela coligação e que a intimação seja realizada, em primeiro momento, por mensagem instantânea de acordo com o art. 13, §4º da Resolução 23.600/2019, através do número referente ao “Whatsapp” do Instituto.

O juiz então autorizou o acesso aos dados da pesquisa solicitado pela coligação.

Erro na planilha anexada

Um dos advogados da coligação de Dr. Pessoa anexou uma imagem que continha um erro quanto à porcentagem dos candidatos Kleber Montezuma (PSDB) e Fábio Abreu (PL) acerca da pesquisa do Instituto Data O Dia. Na publicação, Abreu aparece com 22,54% e Montezuma com 19,77%; a pesquisa, no entanto, mostra que o candidato tucano aparece na frente e Abreu fica em terceiro lugar, atrás de Dr. Pessoa. A porcentagem correta divulgada na pesquisa é Kleber (22,53%); Dr. Pessoa (21,90%) e Fábio Abreu (19,7%).

O erro também aconteceu na pesquisa do Instituto Amostragem, onde Kleber aparece com 16,69% e Fábio Abreu com 23,14%. Os dados da pesquisa mostram que Montezuma possui 23,14% e Fábio Abreu 16,69%. Dr. Pessoa aparece com 28,43%.

  • Foto: Reprodução/FacebookPesquisas apresentadas pela coligaçãoPesquisas apresentadas pela coligação