Altos - PI

Rebelião na Major César é controlada e Sinpoljuspi diz que 200 fugiram

Conforme o sargento Ivanaldo, da Força Tática de Altos, cerca de 20 detentos foram recapturados próximo a penitenciária.

Davi Fernandes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) informou que 200 presos fugiram após uma rebelião que aconteceu na tarde desta terça-feira (02), na Colônia Agrícola Major César, localizada na BR 343, no município de Altos. Policiais da Força Tática da 3ª Companhia do 8º Batalhão da Polícia Militar de Altos conseguiram recapturar 20 detentos.

Conforme o presidente do Sinpoljuspi, Kleiton Holanda, há uma semana detentos da unidade vem agredindo os agentes penitenciários com pedradas. A rebelião teve início na triagem, após um disparo de arma de fogo acidental dentro da penitenciária.

“Com a capacidade de lá, 200 presos podem ter fugido da unidade. Foi justamente no horário da visita, em uma região da unidade que se chama de triagem, onde eu considero que seja um lugar inadequado e a partir daí iniciou a rebelião. Já tem uma semana que presos estão jogando pedras nos agentes penitenciários. A situação já foi levada para a Sejus, mas não foi tomada nenhuma providência. Um disparo acidental que ocorreu lá, geralmente acontece, não foi nada contra o preso, já tínhamos escutado uma reclamação de uma visita. E em relação a visitas em presídio, é preciso todo um procedimento que precisam ser mantidos para a segurança de todos”, informou.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Guarnição da Polícia Militar saindo da Major CésarGuarnição da Polícia Militar saindo da Major César

Recaptura

Conforme o sargento Ivanaldo, da Força Tática de Altos, cerca de 20 detentos que fugiram da unidade foram recapturados. Na rebelião dois agentes ficaram levemente feridos e já passaram por atendimento.

“Foram dois agentes feridos, não foi nada grave. Além dos agentes, os detentos feridos também foram atendidos. Ocorreu um tiro acidental e a partir daí começou a revolta dos presos. Uns 20 já foram recapturados. Lá dentro fizemos a contenção com armas não letais”, informou o sargento.

Reforço policial

Ao GP1, o comandante do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especiais (BPRone), major Newmarcos, informou que foram encaminhadas nove viaturas ao local, para dar suporte aos agentes penitenciários.

NOTÍCIA RELACIONADA

Presos fazem rebelião na Major César e deixam agente ferido