Coronavírus no Piauí

Secretário Carlos Edilson mantém suspensão de visitas em presídios

Será permitido o atendimento dos advogados e defensores públicos por meio de videoconferência com os internos.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O secretário estadual de Justiça do Piauí, Carlos Edilson, publicou portaria no Diário Oficial do Estado, de 1º de junho, onde prorroga a suspensão das visitas sociais e íntimas aos presos custodiados no sistema prisional do Piauí, devido a pandemia do novo coronavírus.

A suspensão é por mais 15 dias, como forma de prevenção da doença, sendo então afetados os serviços relacionados a visitas sociais, escoltas, com exceção de requisições judiciais, inclusões e situações emergenciais, e daquelas que por sua natureza, precisam ser realizadas, os recambiamentos interestaduais, os serviços de assistência religiosa e capelânia e as atividades educacionais.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Carlos EdilsonCarlos Edilson

Será permitido o atendimento dos advogados e defensores públicos por meio de videoconferência com os internos, nos horários de 8h às 16h, observando o quantitativo máximo de atendimentos de 3 advogados e 3 defensores públicos no turno da manhã e da mesma quantidade no turno da tarde.

Também foi determinada a suspensão por 15 dias da entrega particular de gêneros alimentícios e materiais de higiene/limpeza por familiares dos internos e visitantes, como medida de prevenção a propagação da infecção pelo novo coronavírus.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Parnaíba registra 578 casos confirmados do novo coronavírus

Uruçuí possui 3 mortes e 79 casos confirmados de coronavírus

Estado do Piauí registra 12 mortes por coronavírus em 24 horas