Piauí

STJ vai julgar recurso do ex-capitão Allisson Wattson contra expulsão da PM

O agravo foi interposto contra a decisão que negou seguimento ao recurso especial na representação que cassou a patente do ex-capitão. 

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

O desembargador Haroldo Rehem, vice-presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, determinou na última terça-feira (30) o envio do agravo em recurso especial interposto pela defesa do ex-capitão da Policia Militar Allisson Wattson da Silva Nascimento ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para julgamento. O agravo foi interposto contra a decisão que negou seguimento ao recurso especial na representação que cassou a patente do ex-capitão.

Allisson perdeu a patente em julgamento realizado no dia 7 de fevereiro de 2019 quando os desembargadores concluíram que “a conduta do então capitão da Polícia Militar é incompatível com o oficialato”. Ele é assassino confesso da namorada, a estudante de direito Camilla Abreu, encontrada morta em outubro de 2017.

  • Foto: Instagram/Allisson WattsonAllisson WattsonAllisson Wattson

A defesa ingressou contra o acordão proferido pela 1ª Câmara Especializada do Tribunal de Justiça do Piauí indicando violação a súmula 523 do Supremo Tribunal Federal e ao artigo 5º, LV, da Constituição Federal, alegando que o acordão confirmou o cerceamento de defesa operado pelo juiz de primeiro grau, devendo ser reformado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na decisão que negou seguimento, o desembargador Haroldo Rehem afirma que as teses expostas foram afastadas pelo acórdão, “inclusive com jurisprudência das cortes superiores”, e que a defesa se vale do recurso para ter suas teses reanalisadas “assemelhando a mero inconformismo”. Destaca ainda que o recurso não detalha de forma clara e precisa a violação cometida pelo acórdão, “incorrendo em deficiência de fundamentação”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19: pai de Camilla Abreu acredita que Allisson Wattson não será solto

Covid-19: Allisson Wattson pede prisão domiciliar ao Tribunal de Justiça

Desembargadores negam pedido para Allisson Wattson voltar para PM