Teresina - PI

Vigilante é preso acusado de facilitar arrombamento nos Correios

Um homem, da cidade de José de Freitas, foi preso responsável por intermediar a ação com os profissionais da segurança do Shopping da Cidade.

Brunno Suênio
Teresina
Thais Souza
Teresina
- atualizado

A Polícia Federal informou nesta segunda-feira (08) que dois vigilantes do Shopping da Cidade receberam a quantia de mil reais, cada um, para facilitar o acesso dos bandidos que arrombaram as agências dos Correios e do correspondente do Banco do Brasil, Log Mais, na madrugada do último sábado (06), no centro de Teresina.

De acordo com a delegada Larissa Magalhães, após a ação, foi desencadeada a Operação Aliança, em conjunto com o Greco, que terminou com a prisão de duas pessoas, dentre elas, um dos vigilantes, Paulo Gonçalves da Cunha, e Daniel dos Santos Silva, da cidade de José de Freitas, responsável por intermediar a ação com os profissionais da segurança do Shopping da Cidade. Daniel foi preso no Cantinho do Jambo, na madrugada do domingo (07).

“Ele [Daniel] era o motorista do carro que foi utilizado pelos assaltantes, arregimentou os outros para fazer essa parada, enfim, ele estava participando diretamente desse assalto [...]. Ele não chegou a entrar [no local], ficou no carro, na porta do Shopping da Cidade”, explicou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegada Larissa MagalhãesDelegada Larissa Magalhães

Ainda de acordo com a delegada Larissa Magalhães, até o momento foi recuperada uma quantia de R$ 20 mil. Desse valor, R$ 15mil estava em um compartimento falso do veículo usado na ação, R$ 4 mil no bolso de Daniel e mais R$ 1 mil com o vigilante Paulo Gonçalves.

Ao todo, foram levados R$ 80.200,00 (oitenta mil e duzentos reais) dos Correios e R$ 3.200,00 (três mil e duzentos reais) do Log Mais.

Os policiais ainda apreenderam uma pistola .40, com 28 cartuchos em poder de Daniel dos Santos Silva.