GP1

Ananindeua - Pará

Escola Raul Brasil é reaberta aos estudantes após massacre

Mais uma vítima teve alta médica nesta segunda; definição sobre a data de retomada das aulas será feita nesta semana.
Por Estadão Conteúdo

A Escola Estadual Raul Brasil é reaberta pela primeira vez aos estudantes na manhã desta terça-feira, 19, após o ataque que deixou 10 mortos e 11 feridos na quarta, 13.

Para recepcioná-los, a escola preparou um café da manhã com atividades de acolhimento e atendimentos especializados. A partir das 10h até às 16h, serão oferecidas atividades esportivas, artísticas e rodas de conversas.A definição sobre a data de retomada das aulas será feita pela direção da escola, nesta semana.

Nesta terça, continua o atendimento psicossocial especializado para funcionários, alunos e familiares. Equipes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) da Prefeitura, psicólogos da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), USP, entre outras instituições estão prestando atendimento no local.

De acordo com o governo do Estado, a escola continua passando por melhorias através de pintura e reparos pela Seduc-SP, para revitalizar o ambiente físico, com o apoio da comunidade escolar.

Nesta segunda-feira, 18, alguns estudantes passaram pela escola para buscar seus pertences. Também foram à escola 227 famílias, 30 professores e 10 funcionários para participar das atividades de acolhimento e equipes multidisciplinar prestaram apoio psicológico.

Mais uma vítima do massacre em Suzano tem alta

O estudante Leonardo Martinez Santos, de 16 anos, teve alta médica na noite desta segunda-feira, 18. O jovem, que foi ferido no massacre, estava internado no HC Luzia de Pinho Melo.

No sábado, outros três adolescentes feridos tiveram alta. Samuel Silva Félix e José Vitor Ramos estavam internados no Hospital Santa Maria, em Suzano. Murillo Gomes Louro Benite, de 15 anos, foi liberado no início da noite de sábado.

Três vítimas ainda permanecem internadas nos hospitais da Secretaria de Estado da Saúde - HCFMUSP e Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes.

Estados de saúde dos feridos levados a hospitais estaduais

Adna Isabella Bezerra de Paula, 16 anos, transferida do PSM Suzano para o HC/FMUSP - estável, na enfermaria.

Anderson Carrilho de Brito, 15 anos, transferido do PSM Suzano para o HC/FMUSP - estável, na UTI.

Jenifer da Silva Cavalcante, 15 anos - HC Luzia de Pinho Melo, estável, segue internada na enfermaria.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Suspeito de ajudar no massacre em escola de Suzano é detido

MP apura envolvimento de fóruns de ódio na web em atentado em Suzano

Polícia pede apreensão de 3° suspeito de participar de ataque em Suzano

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.