GP1

Política

Justiça manda bloquear contas bancárias do ex-prefeito Zé Barros

A decisão foi dada pelo juiz Derivaldo de Figueiredo Bezerra Filho.

A Justiça Federal determinou liminarmente o bloqueio de dinheiro em espécie, depósito ou aplicação financeira, de titularidade do ex-prefeito de União/PI, José Barros Sobrinho, mais conhecido como “Zé Barros”, no valor de R$ 5.640,35 ( cinco mil seiscentos e quarenta reais e trinta e cinco centavos), na ação de execução de título extrajudicial referente a acórdão do Tribunal de Contas da União.

Na decisão dada na última quinta-feira (22), o juiz Derivaldo de Figueiredo Bezerra Filho, da 4ª Vara de Execução da Seção Judiciária do Piauí, ressalta que caso não sejam encontrados valores em contas, deverão ser colocados em indisponibilidade os imóveis e veículos indicados pela Advocacia Geral da União, para que seja assegurada a execução.

Foto: Arquivo PessoalEx-prefeito José Barros Sobrinho
Ex-prefeito José Barros Sobrinho

Zé Barros foi condenado ao pagamento de multa em razão de não prestar contas dos recursos repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ao Município de União à conta dos programas Proteção Social Básica – PSB e Proteção Social Especial – PSE, no exercício de 2010.

O ex-prefeito alegou que a prestação de contas dos programas não havia sido apresentada em razão de equívoco do servidor encarregado, que acreditara que a documentação deveria ser entregue ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), e não ao TCU. O equívoco teria ocorrido em razão da pequena experiência administrativa da equipe no início de sua gestão.

Outro lado

José Barros Sobrinho não foi localizado pelo GP1.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.