GP1

São Raimundo Nonato - Piauí

Bombeiros afirmam que fogo em São Raimundo Nonato está quase extinto

Restam apenas dois pequenos focos de incêndio, que não devem se espalhar devido aos aceiros construídos.

O tenente-coronel Costa, do Corpo de Bombeiro do Piauí, que comandou a operação de combate ao incêndio na região de São Raimundo Nonato, concedeu entrevista à imprensa na tarde desta segunda-feira (13), informando que o fogo na região já foi praticamente extinto.

O oficial explicou que os bombeiros combateram o incêndio sobretudo com a construção de aceiros, que são faixas abertas ao redor de uma área com a eliminação da vegetação para impedir que o fogo se espalhe. “Fizemos o combate direto e o controle através da construção de aceiros, esses aceiros foram construídos com o maquinário disponibilizado pela Prefeitura Municipal. Após a realização desse controle efetuamos o monitoramento dessa área, na comunidade Serra dos Gringos, Baixão dos Diógenes e comunidade Nova Zabelê, esse era o nosso foco principal, porque ameaçava a Serra da Capivara, fizemos esse primeiro combate, esse ponto foi debelado e está em monitoramento há mais de 24 horas”, detalhou.

Segundo o tenente-coronel, no momento há apenas dois pequenos focos de incêndio, que não devem se espalhar devido à construção dos aceiros. “Na manhã de hoje, agora no primeiro sobrevoo da aeronave, apresenta apenas dois pequenos focos de incêndio, que estão exatamente nas áreas que fizemos para contenção, é um incêndio que está sob controle, está praticamente extinto, vamos passar agora a fazer o monitoramento dessa área”, afirmou.

Aeronave foi fundamental

Ainda de acordo com o comandante da operação, a aeronave cedida pelo humorista Whindersson Nunes foi fundamental para debelar o incêndio, que ameaçava atingir o corredor ecológico da Serra da Capivara.

"Ontem utilizamos a aeronave disponibilizada, ela realizou seis voos de pulverização nesses pontos. A utilização da aeronave é fundamental, ela pulveriza o incêndio e as nossas equipes em solo fazem o combate de abafamento e extinção do incêndio. Após essa atividade, passamos então ao controle, construímos uma extensão muito grande através do maquinário também disponibilizado pela Prefeitura Municipal para que esse incêndio fosse contido”, destacou o tenente-coronel Costa.

Perdas

O secretário municipal do Meio Ambiente de São Raimundo Nonato, André Landim, também concedeu entrevista à imprensa e explicou que a Secretaria Estadual de Meio Ambiente vai fazer o trabalho de georreferenciamento para poder informar o tamanho da área afetada.

“A questão de dimensionamento ainda vai ser traçada com o pessoal da Secretaria de Meio Ambiente do Estado, vão fazer o trabalho de georreferenciamento. Quanto a perda de animais, o professor doutor Arnaldo, da Univasf, se voluntariou, está fazendo um levantamento de campo e vamos ter informações científicas dessas perdas. A flora não dá nem para comentar, porque foi muita vegetação nativa perdida”, contou.

Por fim, o secretário revelou que uma das maiores perdas registradas na região foi na produção de mel. “A perda principal foi na área de apicultura, os relatos são de várias caixas de abelhas perdidas”, concluiu.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.