GP1

Teresina - Piauí

“Me tira daqui porque elas vão me matar”, disse Tainah Luz antes de morrer

A jovem de 27 anos foi socorrida pelas vizinhas da ex-namorada, que chamaram o SAMU e a polícia.

As vizinhas de Fernanda Ayres, ex-namorada de Tainah Luz Brasil Rocha, de 27 anos, que morreu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) após ser atingida com vários golpes de faca na casa da ex-companheira no bairro Mocambinho, prestaram depoimento nesta quarta-feira (18) no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). As vizinhas relataram que antes de ser levada para o hospital, a filha do jornalista Marcelo Rocha pediu ajuda e disse que queriam matá-la.

Vinícius Luz Brasil Rocha, irmão de Tainah, afirmou em entrevista ao GP1 que deixou a jovem na casa de Fernanda por volta de 22h30 de sábado (14) e que quando teve novamente notícias da irmã na segunda-feira (16), ela já estava morta. “Eu estava com a Tainah em um restaurante na zona leste por volta de 21h30 e ela pediu para levá-la para o Mocambinho. Dentro do carro ela relatou que era na casa da Fernanda. Eu não conheço o Mocambinho, não sabia localização. Eu disse para ela pedir a localização, mas a Fernanda não mandava de maneira nenhuma, ela só dizia direita, esquerda, até que chegou em um local e ela [Tainah] pediu para eu deixá-la e ela ir a pé, mas eu não a deixei ir a pé e fui deixá-la lá. Ao chegarmos, a Fernanda apareceu, me cumprimentou, isso por volta de 22h30. Fui para casa e domingo fui trabalhar", revelou.

Ele relatou ainda como recebeu a notícia da morte de Tainah. "Segunda-feira o HUT entrou em contato comigo perguntando se eu era irmão da Tainah e pediu para eu comparecer. Fui até lá e o médico me informou que a minha irmã deu entrada no domingo de madrugada no HUT com 7 perfurações de arma branca. Eu perguntei como estava, veio equipe de psicóloga, assistente social e quando veio a equipe eu já sabia que o pior tinha acontecido”, relatou Vinícius Luz.

Foto: Reprodução/FacebookTainah Luz Brasil Rocha
Tainah Luz Brasil Rocha

Vinícius Luz disse que os médicos ainda tentaram fazer uma cirurgia na irmã, mas ela teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. “O médico relatou que ela tinha chegado em estado gravíssimo, tinha perdido muito sangue, tentaram fazer uma cirurgia, ela teve uma parada cardíaca, tentaram reanimá-la e não conseguiram. O médico falou: 'sua irmã veio a óbito'. É desgastante estar falando, repetindo essa situação, mas o pior foi para a família. Eu fui a última pessoa a falar com ela, eu fui para o hospital, tive que assinar toda a papelada. E com isso tive que passar tudo para a família, minha família é grande e é devastador. A gente perdeu nossa mãe há 3 anos e agora perdemos a Tainah. É esquisito estar falando que perdemos a Tainah. Eu abro site de notícias e é uma tragédia ver a foto dela, mas o que aconteceu foi isso”, lamentou o Vinícius Luz.

Foto: Lucas Dias/GP1Tainah Luz Brasil Rocha
Vinícius Luz Brasil Rocha

O irmão de Tainah disse ainda que conversou com as vizinhas de Fernanda após a tragédia e que elas relataram que a jovem pediu por socorro antes de morrer. Ele acredita que tanto Fernanda Yris quanto Geovana Thais, atual namorada da ex de Tainah, praticaram o crime. “O que se sabe do acontecido são depoimentos importantes das vizinhas que tentaram socorrer a Tainah. Vizinhas essas que entraram em contato com a nossa família. Eu não sei como conseguiram telefone, mas entraram em contato relatando a confusão. Algumas pessoas me perguntam se foram uma ou duas pessoas. Eu não estava lá, quem poderia falar era a Tainah, ela não está mais aqui, mas a vizinha falou que Tainah disse ainda agonizando ‘me tira daqui porque elas vão me matar’. A Justiça vai trabalhar, a perícia vai trabalhar, a investigação está trabalhando e eu tenho fé que as duas vão pagar pelo que fizeram, porque em nenhum momento ela falou em uma pessoa”, finalizou Vinícius.

Entenda o caso

Tainah Luz Brasil Rocha, de 27 anos, morreu na manhã dessa segunda-feira (16), após ser atingida com cerca de sete golpes de faca na região do abdômen, no bairro Mocambinho, na zona Norte de Teresina.

De acordo com o irmão de Tainah Luz, o também jornalista João Marcelo, ela foi esfaqueada durante uma discussão na madrugada do domingo (15) e, posteriormente, foi levada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde recebeu os cuidados médicos e foi submetida a um procedimento cirúrgico, mas, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 10h desta segunda.

A jovem estava na casa da ex-namorada, identificada como Fernanda, onde havia também uma terceira garota, Geovana, quando teve início uma discussão entre Thainah e a ex. Na tentativa de intervir na briga, Geovana acabou partindo para cima de Tainah, que recebeu sete golpes de faca, a maior parte na região do abdômen, como contou o irmão.

Foto: Reprodução/FacebookGeovana Thais
Geovana Thais

"Ela foi para a casa da ex-namorada e lá aconteceu o crime. Os vizinhos relataram que elas duas e a atual namorada da ex começaram a discutir por volta de 3 horas da manhã e depois disso, a minha irmã, que já estava toda ensanguentada, foi pedir socorro para os vizinhos”, detalhou o irmão, João Marcelo.

Foto: Reprodução/FacebookFernanda Ayres
Fernanda Ayres

Na discussão, Fernanda também chegou a ser esfaqueada no braço e no ombro. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital do Buenos Aires. Não há informações sobre o seu estado de saúde.

Tainah Luz morava na cidade de Curitiba, no Paraná, e estava em Teresina apenas visitando familiares e amigos.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.