GP1

Teresina - Piauí

Maternidade Dona Evangelina Rosa não vai realizar laqueadura eletiva

A portaria foi assinada no dia 31 de maio e publicada no Diário Oficial dessa quarta-feira (22).

O diretor geral da Maternidade Dona Evangelina Rosa, Francisco Macêdo, assinou portaria determinando que a unidade hospitalar não realizará mais o procedimento cirúrgico de laqueadura tubária voluntária eletiva.

De acordo com a portaria assinada no dia 31 de maio e publicada no Diário Oficial dessa quarta-feira (22), a medida foi tomada porque a laqueadura tubária é um procedimento cirúrgico de caráter eletivo e não emergencial e que a equipe médica da MDER é destinada a realização de procedimentos emergenciais.

Foram considerados ainda Nota Técnica nº 001/2018/FMS, Protocolo para Esterilização Cirúrgicas no Município de Teresina e o Fluxograma de atendimento para realização cirúrgica: laqueadura tubária e vasectomia, cujo o processo de cirurgia eletiva deve ser realizado no Hospital da Polícia Militar do Piauí.

Por fim, a portaria ressaltou que a maternidade continuará realizando a esterilização voluntária na situação permitida por lei, durante o período de parto ou aborto como o risco à vida ou à saúde da mulher ou do futuro concepto, testemunhado em relatório escrito e assinado por dois médicos.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.