GP1

Piauí

TJ vai julgar novo recurso do ex-capitão Allisson Wattson

O julgamento do ex-capitão no plenário virtual vai ocorrer do dia 27 de setembro, até às 9 horas do dia 04 de outubro de 2019.

O plenário virtual da 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí vai julgar, a partir de 27 de setembro deste ano, os embargos de declaração com efeitos infringentes no Recurso em Sentido Estrito interposto pela defesa do ex-capitão da Policia Militar Allisson Wattson da Silva Nascimento acusado de matar a estudante Camilla Abreu.

A defesa alega que o acórdão teria incorrido em omissão e obscuridade, utilizando as mesmas teses da apelação, no caso, preliminares de nulidades da decisão de pronúncia, por ofensa aos princípios do contraditório e da ampla defesa, e também porque teria ocorrido cerceamento de defesa, sob o argumento de que não houve enfrentamento dos pontos omissos elencados nos embargos de declaração interposto. Argumenta que foi violado o princípio do devido processo legal, uma vez que entende deficiente a defesa técnica, o que implicaria na necessidade de realização de nova instrução processual, porque não teria sido realizada perícia nos aparelhos telefônicos das informantes Luana Regina de Sousa e Valéria Gomes Prudêncio, a fim de certificar a veracidade das imagens que registram a lesão sofrida pela vítima. No mérito, a defesa pede a exclusão da qualificadora de feminicídio.

  • Foto: Instagram/Allisson WattsonAllisson WattsonAllisson Wattson

O Ministério Público Superior rebateu as teses levantadas pela defesa e opina pelo não provimento dos embargos.

O julgamento vai ocorrer até o dia 04 de outubro de 2019, finalizando às 09 horas.

Entenda o caso

O Recurso em Sentido Estrito foi interposto contra decisão proferida pela Juíza de Direito da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Teresina/PI, que pronunciou o ex-capitão pela suposta prática dos crimes de homicídio qualificado – feminicídio, ocultação de cadáver e fraude processual.

  • Foto: Facebook/Camilla AbreuCamilla AbreuCamilla Abreu

A decisão de pronuncia foi mantida pela 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal em todos os seus termos em julgamento realizado no dia 17 de abril de 2019.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TJ nega pedido contra decisão que cassou patente de Allisson Wattson

TJ-PI mantém decisão e Allisson Wattson vai a Júri Popular

Allisson Wattson vai cumprir prisão especial na Irmão Guido

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.