GP1

Política

Solidariedade decide não fazer federalização após encontro nacional

De acordo com Evaldo, “a meta da legenda é eleger 27 deputados federais e registrar 3 milhões de votos.

O Solidariedade decidiu, durante encontro nacional realizado em Brasília (DF), nesta sexta-feira (19), que não vai fazer federalização com outro partido. O presidente do partido no Piauí, o deputado estadual Evaldo Gomes, também participou da reunião com o dirigente nacional da sigla, deputado Paulinho da Força.

De acordo com Evaldo, “a meta da legenda é eleger 27 deputados federais e registrar 3 milhões de votos em todo o Brasil”. O encontro ainda contou com as presenças do vice-presidente nacional Jeferson, da vice-presidente do SDD no Piauí, Josiene Marques e do secretário Messias Júnior.

Foto: Divulgação/AscomReunião ocorreu nesta sexta-feira
Reunião ocorreu nesta sexta-feira

Majoritária

No Piauí, o Solidariedade está alinhado ao governador Wellington Dias (PT) e vai trabalhar pelo êxito do projeto político administrado pelo chefe do Palácio de Karnak no ano que vem.

“No plano proporcional nosso time está praticamente montado. Majoritariamente somos da base do Governo e assim que vamos continuar, trabalhando pelo projeto do Governo Wellington Dias”, afirmou Gomes.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.