GP1

São Paulo - São Paulo

Ministério Público é contra pedido de suspensão do cachê de Daniela Mercury

Evento em questão teve como atração principal o presidenciável Lula, no dia 1º de maio deste ano.

O Ministério Público de São Paulo se manifestou contra o pedido liminar do advogado Arthur Hermogenes Sampaio Júnior, para suspender um cachê de R$ 100 mil de Daniela Mercury, referente ao show que ela fez em um evento com Lula, em São Paulo. O evento aconteceu no dia 1º de maio e foi organizado por sete centrais sindicais em comemoração ao Dia do Trabalhador e, também, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O órgão ministerial argumentou que não teria sido juntada uma prova legível da contratação do show pela Prefeitura de São Paulo, de acordo com as informações levantadas pela jornalista Fábia Oliveira. Desse modo, o MP entendeu que não precisaria intervir, visto que a própria prefeitura suspendeu o pagamento do cachê de Daniela, por meio de investigação de sua Controladoria Geral do Município (CGM). Além disso, foi solicitado que a gestão municipal da capital paulista preste esclarecimentos acerca do procedimento instaurado pela Controladoria Geral, para saber se, de fato, já houve ou não a suspensão do pagamento.

Foto: Reprodução/InstagramDaniela Mercury no show
Daniela Mercury no show

O Ministério Público também solicitou esclarecimentos se houve alguma manifestação da cantora de axé pedindo o cancelamento do contrato e do pagamento pelo show, considerando as informações noticiadas de que a empresa que representa Daniela Mercury teria enviado um ofício à Secretaria Municipal de Cultura, pedindo o cancelamento do contrato e do cachê.

A assessoria de Daniela já havia emitido um comunicado, seis dias antes da decisão do MP, negando que o show tivesse sido contratado pela prefeitura e afirmando que o acerto da performance aconteceu por intermédio da produtora M. Gioria Comunicações e, inclusive, que o valor do cachê foi quitado integralmente pela própria empresa.

Até o momento, a Controladoria Geral do Município não esclareceu se o cachê de Mercury foi mantido ou suspenso, após ter aberto procedimento para investigação da origem da quantia. A Prefeitura de São Paulo também não se manifestou sobre o caso. Além de Daniela, os artistas Dexter Oitavo Anjo, Francisco, El Hombre e integrantes do grupo Racionais MC's apresentaram-se na festa.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.