GP1

"Mão Santa foi senador por oito anos e nunca se aliou a nenhuma causa contra o Brasil", afirma Alber


Reproduzo, na íntegra, texto de Albert Piauhy, publicado na sua página pessoal no Facebook:
Imagem: Divulgação / FacebookAlbert Piauhy(Imagem:Divulgação / Facebook)Albert Piauhy

Os cães raivosos estão soltos

O Brasil é hoje um país divido. Vivemos tempos de intolerância. Eu estava em uma mesa de bar com um rapaz gentil e afável. Tudo corria bem. Quando soube que jantei na casa do ex-governador Mão Santa, ele virou uma fera e quase me mordeu. Então eu estou proibido, nesta cidade, Parnaíba, de jantar com quem eu quero. Só posso me relacionar com os amigos do partido. Eu não posso me relacionar com os inimigos dessa gente, logo eu que não tenho inimigos.

Não conheço um homem no Brasil que chegou ao poder sem cometer erros. E nenhum permaneceu no poder sem cometer mais erros ainda. Mas a questão não é essa. Mesmo porque quase ninguém que eu conheça resiste a uma boa análise. Todos nós, em secreto, fazemos coisas que não queremos que ninguém saiba. Já pensou se existissem tribunais para julgar os atos da nossa vida comum?

Eu sempre digo que existe mais inocência no mal do que no bem. Quantos crimes os homens cometem e cometeram em nome do bem. É em nome do bem que se comete os maiores males.

Então essa gente que vive nas periferias dos partidos não sabem que os seus chefes e os chefes dos inimigos estão sempre jantando e confabulando coligações espúrias. Aqui mesmo, na Parnaíba, os inimigos e amigos do povo, do alto escalão, jantam juntos, em companhia das respectivas esposas, em bons restaurantes, enquanto os cães ladram nos botecos.

Essa gente nunca desce do palanque. O palanque nunca se desfaz. Não basta derrotar nas urnas o adversário. A luta continua sempre renhida, atrapalhando a vida da cidade e infernizando a vida do cidadão comum.

Eu duvido que você, se for investigar qualquer luminar do política piauiense, vai achar alguém mais santo que o Mão Santa, que, aliás, foi senador da república por oito anos e nunca se aliou a nenhuma causa contra o Brasil. Não conheço nenhum santo no alto escalão da política piauiense.

Então, os cães raivosos, a serviço dos chefes, vivem a nos querer morder nas redes sociais, nos bares, nos botecos e nas repartições, tornando as nossas vidas de cidadãos comuns em um inferno.

Democracia é a arte de dialogar com todos, colocando, acima de tudo, o interesse da maioria.

Albert Piauhy

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.