GP1

Prefeito Marcos Henrique diz que não há irregularidade em contrato

"Eu posso gastar no máximo aquele valor, não posso gastar mais. Toda licitação é desse jeito”, ressaltou.

O prefeito Marcos Henrique (PSD), de Morro do Chapéu do Piauí, encaminhou esclarecimento a este blog, nesta terça-feira (13), a respeito da nota intitulada “Prefeito Marcos Henrique compra combustível suficiente para dar 26 voltas na Terra”.

Segundo o prefeito, o contrato de R$ R$ 511.100,00 (quinhentos e onze mil e cem reais) vale por 12 meses e o combustível será dividido entre as secretarias municipais. “A conta é simples. É só dividir o valor contratado por 12 meses e depois dividir entre as cinco secretarias para saber quanto gastamos por mês com combustível”, disse.

Foto: Reprodução/Arquivo pessoalPrefeito Marcos Henrique
Prefeito Marcos Henrique

Ainda de acordo com o prefeito, ele não é obrigado a gastar todo o valor que consta no contrato. “A licitação é uma previsão, eu só tinha licitação para um ano. Eu posso gastar no máximo aquele valor, não posso gastar mais. Toda licitação é desse jeito”, ressaltou.

De acordo com documento publicado no Diário Oficial dos Municípios no dia 15 de março, a Prefeitura de Morro do Chapéu vai adquirir 105 mil litros de combustíveis, sendo 25 mil de gasolina comum e 80 mil de óleo diesel S10.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.