GP1

Brasil

Advogado de Eike nega acordo para que empresário se entregue

Fernando Martins não quis confirmar a data em que o empresário voltará ao Brasil.

O advogado de Eike Batista, Fernando Martins, disse na noite deste sábado (28), que não há nenhum acordo celebrado entra a Polícia Federal (PF) e o empresário, para que ele se entregue. O advogado também não quer confirmar a data em que Eike deve voltar ao Brasil.

De acordo com informações do G1, Martins afirmou ainda que Eike jamais submeteu sua apresentação à Justiça a qualquer tipo de condição, o que, segundo o advogado seria “juridicamente incabível”. O advogado alegou ainda que a conduta de Eike sempre foi pautada pela colaboração com a Justiça.

  • Foto: Fábio Motta/Estadão ConteúdoEike BatistaEike Batista

A defesa do empresário disse em nota que, em nenhum momento Eike tentou se eximir de suas obrigações com a Justiça e que, desde o momento em que lhe foi comunicada a decretação de sua prisão preventiva, fez todos os esforços para retornar ao país o mais breve possível.

O empresário Eike Batista é um dos alvos da Operação Eficiência, deflagrada pela Polícia Federal na última quinta-feira (26). Essa ação, que é a segunda etapa da Lava Jato no estado do Rio de Janeiro, investiga um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude a licitações em obras públicas do estado e Eike teria pago propinas ao ex-governador Sérgio Cabral.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.