GP1

Esportes

Nadal vence Berrettini e vai à final do Aberto da Austrália

Na decisão de domingo, o tenista espanhol enfrentará o russo Daniil ou o grego Stefanos Tsitsipas.
Por Estadão Conteúdo

O espanhol Rafael Nadal está a uma vitória do recorde masculino de 21 Grand Slams depois de derrotar o italiano Matteo Berrettini nesta sexta-feira, dia 28. Essa é a sexta vez que o atleta chega à final do Aberto da Austrália. O lendário jogador de 35 anos foi muito sólido contra o jovem italiano, e se impôs por 6-3, 6-2, 3-6, 6-3 em 2 horas e 55 minutos de disputa. Nadal enfrentará o russo Daniil ou o grego Stefanos Tsitsipas na final de domingo.

Após meses afastado do circuito por lesão, o tenista espanhol pode bater o recorde de Grand Slams vencidos por um tenista masculino e quebrar o atual empate triplo que divide com o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic, que não jogou a competição porque estava sem a vacina contra a covid-19.

Questionado sobre a possível façanha, Nadal garantiu que, para ele, o importante é o Aberto da Austrália, prêmio que levantou apenas uma vez na carreira (2009). "Para mim, é mais sobre o Aberto da Austrália do que qualquer outra coisa", disse. "Sinto-me muito sortudo por ter vencido uma vez na minha carreira aqui, em 2009, mas nunca pensei que teria outra chance em 2022."

A lesão degenerativa no pé esquerdo obrigou o tenista espanhol a mudar seu estilo de jogo, reforçando o serviço e buscando pontos mais rápidos, sem trocação de golpes. O desempenho até agora tem sido inquestionável, com nove vitórias e nenhuma derrota na temporada.

Durante os dois primeiros sets, Nadal acertou repetidamente o backhand de Berrettini com a mão esquerda e contra-atacou seu saque e seu forehand com competência. Em menos de uma hora e meia, ele já estava dois sets à frente e quebrou o saque três vezes contra seu rival desesperado, finalista em Melbourne no ano passado.

O italiano reagiu no terceiro set. Ele aproveitou um momento de maior imprecisão no saque de Nadal para quebrar seu saque e forçar um quarto set. Apesar de ter sido um set final muito mais equilibrado do que os dois primeiros, o espanhol teve mais sucesso nos pontos decisivos e aproveitou o primeiro match point para garantir uma vaga na final.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.