GP1

Esportes

Milan vence Atalanta e fica a um tropeço da Inter para ser campeão

Com 78 pontos, a Inter precisa derrotar o Cagliari para chegar a 81 e levar a disputa para última rodada.
Por Estadão Conteúdo

Uma vitória com autoridade. Assim pode ser resumida a atuação do Milan neste domingo, nos 2 a 0 sobre a Atalanta, para falar do desempenho rossonero diante de sua torcida. O resultado amplificou a vantagem que chegou aos 83 pontos e jogou toda a pressão sobre a definição do Campeonato Italiano para a rival Inter de Milão. Com 78 pontos, a Internazionale precisa derrotar o Cagliari (jogo acontece neste domingo) para chegar a 81 e levar a disputa da competição para a última rodada. Um empate já coroa o rubro-negro italiano como campeão da temporada.

A derrota diante do Milan complicou a situação da Atalanta, que entrou em campo com pretensões de buscar uma vaga na Liga da Europa. O revés obriga a equipe de Bérgamo vencer seu último compromisso e torcer por uma combinação de resultados.

Foto: Reprodução/FacebookMilan vence Atalanta e fica a um tropeço da Inter
Milan vence Atalanta e fica a um tropeço da Inter para soltar grito de campeão

O primeiro tempo apresentou duas equipes determinadas na busca de seus objetivos. Se o Milan entrou em campo disposto a defender a liderança isolada do Italiano, o Atalanta também mostrou ambições ofensivas.

O time rubro-negro, no entanto, foi mais efetivo na etapa inicial. Rafael Leão, com sua movimentação e jogadas de velocidade, deu trabalho à defesa adversária. Foi dele o chute que obrigou Juan Musso a realizar difícil intervenção. Zappacosta, em chute da intermediária, também deu um susto na equipe rossonera.

No lance mais polêmico dos primeiros 45 minutos, Giroud foi derrubado na área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir, o que gerou reclamações da comissão técnica do Milan.

Na etapa final, a partida apresentou um ritmo mais intenso com a equipe de Milão utilizando a marcação alta para provocar um erro na saída de bola do Atalanta.

Mas foi em uma jogada em velocidade que os rossoneros conseguiram incendiar o estádio. Melhor em campo, o português Rafael Leão ganhou na corrida do seu marcador, entrou na área e bateu na saída do goleiro para fazer 1 a 0. O gol contagiou não só os torcedores comuns, mas também ex-atletas ilustres do Milan como Maldini e Nesta que estavam nas tribunas do estádio.

Quem esperava um jogo definido em função do maior volume de jogo do Milan quase voltou a gritar gol no lance seguinte. Mas foi a Atalanta que esteve perto do empate. Zapata se livrou da marcação e achou espaço para o chute na área. O chute, porém, raspou o travessão.

A vantagem no placar alterou a proposta das duas equipes. O Milan recuou para explorar os contra-ataques e a Atalanta passou a pressionar os donos da casa. Em lance de escanteio, o time de Bérgamo perdeu chance incrível em cabeçada de Zapata que novamente esteve perto de empatar o confronto.

Mas a tarde era mesmo do Milan. Num lance sensacional de Theo Hernandez, a equipe de Milão aumentou o placar para 2 a 0. Ele arrancou do campo de defesa, deixou quatro adversários pelo caminho e chutou cruzado, sem chance de defesa para o goleiro rival aos 29min. A partir daí, coube aos donos da casa administrar a vantagem e tocar a bola. A Atalanta sentiu o golpe e diminuiu o ritmo diante da festa da torcida no estádio.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.