Teresina - PI

Acusado de matar esposa no Cristo Rei acionou a Polícia Militar

Ainda de acordo com informações do delegado, após o crime, o acusado colocou a faca na mão da esposa para tentar simular algum tipo de agressão por parte dela.

Andressa Martins
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O próprio acusado de assassinar a esposa na madrugada desta sexta-feira (25), Gil Carlos Moreira Rodrigues, foi quem acionou a Polícia Militar para atender a ocorrência. A informação foi repassada ao GP1 pelo delegado Walter Cunha, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A vítima, Mônica Valéria Messias da Costa, foi morta com cinco facadas na barriga e uma no pescoço. Segundo o delegado, Gil Carlos também estava com uma lesão no pescoço.

“A perícia chegou ao local e constatou que a vítima tinha seis lesões de arma branca, cinco na região do abdômen e uma na região do pescoço e já estava em óbito. O suposto autor, que é o companheiro da vítima, apresentava lesão na região do pescoço e foi encaminhado para o HUT e posteriormente para a Central de Flagrantes onde está sendo lavrado o flagrante”, contou.

Tentativa de suicídio

Ainda de acordo com informações do delegado, após o crime, Gil Carlos colocou a faca na mão da esposa para tentar simular algum tipo de agressão por parte dela. Como Gil também estava ferido no pescoço, a polícia investiga se houve tentativa de suicídio após o crime.

Processo de separação

O GP1 conversou com informalmente com familiares que contaram que Mônica estava em processo de separação. O acusado estava em Mato Grosso e chegou em Teresina no último dia 24 e no dia do crime Mônica autorizou sua entrada no condomínio. Os dois eram casados há cinco anos e a família não via o relacionamento com bons olhos.

Entenda o caso

Mônica Valéria Messias Costa, de 51 anos, foi morta pelo companheiro, identificado como Gil Carlos Moreira Rodrigues, de 42 anos, na madrugada desta sexta-feira (26). O crime aconteceu no apartamento da vítima, localizado na Avenida Celso Pinheiro, no bairro Cristo Rei, na zona sul de Teresina. A vítima morava no apartamento há cerca de um ano após viver três anos em Brasília.

NOTÍCIA RELACIONADA

Mulher é assassinada a facadas pelo companheiro no bairro Cristo Rei

Mais conteúdo sobre: