São Paulo - SP

Adriana Silva é cortada da seleção após confirmação de lesão

A ruptura total nos ligamento do joelho esquerdo foi confirmada na última sexta-feira (17) pelo médico do Corinthians, Joaquim Grava.

Jonas Carvalho
Teresina
- atualizado

A atacante piauiense, Adriana Silva, foi cortada da Seleção Brasileira de Futebol Feminino. O anúncio veio após a junta médica do Corinthians constatar uma lesão ligamentar no joelho esquerdo da atleta. Com isso, o técnico Vadão anunciou o nome de Luana, que hoje veste a camisa do KSPO Woman Football Team, da Coreia do Sul.

Na última quarta-feira (15), em partida válida pelo Campeonato Paulista, a jogadora do Timão deixou os gramados na maca após se machucar em um lance que resultou em um dos gols da partida. A jogadora alvinegra recebeu a bola na área, tirou da goleira e mandou para o fundo da rede.

Contudo, Adriana precisou pular para não sofrer falta da goleira santista na jogada. Durante o pouso, a piauiense caiu errado e precisou ser retirada de campo. De acordo com o clube paulista, a cirurgia da atleta está marcada para a próxima quarta-feira (22).

Em mensagens nas redes sociais, Adriana tranquilizou os fãs e revelou estar bem. Contudo a piauiense disse que seu sonho de vestir a amarelinha mais uma vez será adiado. A também atacante e piauiense, Valéria Cantuário defendeu as cores da seleção brasileira em 2019, contudo, não foi convocada pelo técnico Vadão.

O primeiro confronto do Brasil será contra as meninas da Jamaica, no próximo dia 9. O mundial acontece na França e terá o estádio do Montpellier como palco de estreia para as brasileiras.