Eleições 2020

Aluísio Sampaio diz que PP vai discutir vice de Kleber Montezuma em agosto

"Pelo que temos visto essa discussão vai acabar ficando apenas para agosto”, disse o vereador do PP.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O vereador e presidente do Progressistas de Teresina, Aluísio Sampaio, disse que a vaga de vice do pré-candidato à Prefeitura de Teresina, professor Kleber Montezuma (PSDB), só será definido no mês de agosto. À imprensa nesta quarta-feira (22), ele voltou a dizer que o alinhamento entre PP e PSDB, independe dos cargos que possa vir a indicar.

Aluísio, inclusive, disse que não é descartada a possibilidade de a composição da chapa de Montezuma ser com outro partido, dependendo dos entendimentos.

  • Foto: Alef Leão/GP1Aluísio SampaioAluísio Sampaio

“A gente não começou a discutir essa questão da vice que sempre foi colocada pelo Progressistas que nunca foi um condicionante. A gente espera até se for o caso, ser de outro partido, mas sendo do Progressistas, que é o maior partido aliado do prefeito Firmino, e do nosso pré-candidato, professor Kleber Montezuma, nós iremos discutir isso no momento oportuno. Pelo que temos visto essa discussão vai acabar ficando apenas para agosto”, disse Aluísio.

Sampaio ponderou ainda que tanto ele quanto o nome da vereadora Graça Amorim seguem a disposição para discutir uma eventual composição de vice. Entretanto, esclareceu que eles seguem trabalhando suas reeleições à Câmara Municipal.

“O Progressistas tem nos quadros grandes nomes, dentre eles o da vereadora Graça Amorim. E também perfis de homens que estão à disposição do partido. Estamos trabalhando na pré-candidatura a vereador, mas sempre à disposição do partido, para outra missão. O Progressista está unido, não tem competição. Nosso foco é aumentar a nossas cadeiras na Câmara”, disse o vereador.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Aluísio Sampaio e Graça Amorim são cotados para vice de Kleber Montezuma

"Sou conhecido pelo trabalho que realizei", afirma Kleber Montezuma

“Não tenho temor a nenhum pré-candidato", diz Kleber Montezuma