Teresina - PI

Assassino confesso de Aretha Dantas vira réu na Justiça

A decisão do juiz de direito Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, é desta segunda-feira (11).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz de direito Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, recebeu denúncia contra Paulo Alves dos Santos Neto, assassino confesso da cabeleireira Aretha Dantas Claro. A decisão é desta segunda-feira (11).

Paulo, que é ex-companheiro de Aretha, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado por homicídio triplamente qualificado (por motivo futil; com emprego de tortura ou outro meio insidioso ou cruel; e à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossivel a defesa do ofendido) mais a qualificadora do feminicídio que é o homicídio cometido contra a mulher por razões da condição de sexo feminino.

  • Foto: FacebookPaulo Alves dos Santos NetoPaulo Alves dos Santos Neto

Segundo a decisão, ficou demonstrada a justa causa para a deflagração da ação penal, pois a prova da materialidade do fato está comprovada pela recognição visuográfica em local de crime, laudo cadavérico da vítima e indícios de autoria/participação atribuídos ao denunciado, evidenciados pelos depoimentos testemunhais e do próprio acusado, colhidos durante a investigação criminal.

O magistrado determinou a citação do acusado para responder à acusação, por escrito, no prazo de 10 dias. Depois, será aberta vista ao Ministério Público, por 05 dias.

O crime

  • Foto: Facebook/Aretha ClaroAretha Claro foi encontrada morta na Avenida MaranhãoAretha Claro foi encontrada morta na Avenida Maranhão

Aretha foi encontrada morta com perfurações de arma branca e sinais de atropelamento, na madrugada de 15 de maio, na Avenida Maranhão, zona sul de Teresina. O ex-companheiro dela, Paulo Alves dos Santos Neto, foi considerado o principal suspeito do crime.

Na noite do dia 16 de maio, Paulo se entregou à polícia e confessou a autoria do homicídio.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Juiz nega incidente de insanidade mental a assassino de Aretha Dantas

Assassino de Aretha Dantas é indiciado por homicídio qualificado

Delegada relata detalhes das agressões sofridas por Aretha Dantas

Assassino confesso de Aretha Dantas alega que matou para se defender

Acusado de assassinar Aretha Dantas é preso pela Polícia Civil

Polícia encontra faca usada para matar cabeleireira Aretha Dantas

Polícia cerca casa de ex-companheiro suspeito de matar Aretha Dantas

Corpo de Aretha Dantas é velado na casa do pai no bairro Bela Vista

Aretha Dantas era filha de um servidor da Câmara de Teresina

Polícia identifica mulher encontrada morta na Avenida Maranhão

Mulher morre após ser esfaqueada e atropelada na Avenida Maranhão