Coronavírus no Piauí

Cai para 272 número de casos suspeitos de coronavírus no Piauí

O estado mantém 24 casos de covid-19 confirmados, que se concentram em quatro cidades do Piauí. Teresina é o epicentro da doença no estado com 21 casos.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Boletim da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) divulgado neste domingo (05), aponta que caiu para 272 o número de casos suspeitos de coronavírus (covid-19) no Piauí. Anteriormente o número de casos suspeitos era de 293. O índice de óbitos permanece o mesmo (04), bem como o de pessoas infectadas (24) e curadas (02). O número de casos descartados também cresceu, passando de 587 para 611.

Os 24 casos de covid-19 confirmados se concentram em quatro cidades do Piauí, sendo 21 deles em Teresina, um em Parnaíba, um em São José do Divino e outro em Campo Maior. Dos quatro óbitos, dois ocorreram na capital, um foi em Parnaíba e o outro em São José do Divino.

Óbitos

As primeiras duas mortes por covid-19 ocorreram em Teresina no dia 26 de março: trata-se do casal de idosos Jomar, 88, e Marlúcia, 73, que adquiriram a doença após terem contato com um membro da família contaminado pelo vírus. O diagnóstico de coronavírus foi confirmado no dia 29.

A terceira pessoa a morrer foi o prefeito do município de São José do Divino, Antônio Felícia, que faleceu no dia 27 de março no Hospital Doutor José Brito Magalhães, em Piracuruca. Um dia depois de sua morte foi divulgado o resultado de exames que constataram a contaminação por coronavírus.

O último óbito foi do diretor da empresa Delta Laticínios, Oderman Bittencourt, no dia 30 de março. O empresário morreu aos 45 anos por agravamento no quadro de covid-19. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Natan Portela, em Teresina. Oderman Bittencourt era de Parnaíba e havia sido internado com grave pneumonia. Um teste realizado no dia 28 detectou que ele havia sido infectado por coronavírus.

Casos curados

A primeira confirmação de cura no Piauí foi a do jornalista Marcelo Magno. Ele foi internado no Hospital Prontomed no dia 15 de março, apresentando sintomas de pneumonia. Seu quadro piorou no dia 18 e ele foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No dia 20, o hospital emitiu um boletim confirmando diagnóstico positivo para coronavírus. O apresentador da TV Clube teve alta no dia 27, após exames comprovarem que ele havia sido curado.

Até o momento, a Sesapi notifica oficialmente apenas um registro de pessoa curada, que é o caso de Marcelo Magno. Contudo, o empresário João Claudino Júnior, que contraiu a doença, também já teve cura atestada.

João Claudino Júnior foi internado no Hospital Unimed Primavera no dia 23 de março, quando apresentou sintomas de complicações respiratórias e foi diagnosticado com covid-19. João Claudino Júnior teve alta na manhã do dia 01 de abril, após ser comprovada sua cura.

Casos no Brasil

O balanço dos casos de Covid-19 divulgados pelo Ministério da Saúde neste domingo (5) aponta 486 mortes e 11.131 casos confirmados de no Brasil. Taxa de letalidade está em 4,4%. No sábado (4), havia 432 mortes e 10.278 casos confirmados. Em relação ao balanço anterior, foram acrescentadas 54 mortes (aumento de 12,5%) e 953 casos confirmados (aumento de 8,28%).

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeito Antônio Felícia é a 1ª morte confirmada por coronavírus no Piauí

Casal de idosos são primeiras vítimas da Covid-19 em Teresina

Diretor da Delta Laticínios Oderman Bittencourt morre de coronavírus

"Consegui vencer", comemora Marcelo Magno após deixar hospital

João Claudino Júnior é o segundo paciente curado da Covid-19 no Piauí

Professor da UFPI é diagnosticado com o novo coronavírus

Ex-deputado Maurício Melo é diagnosticado com coronavírus

Mais conteúdo sobre: