Teresina - PI

“Eu perdi”, declara Regina Sousa sobre escolha do candidato do PT

Petista histórica, Regina defendia que o nome do pré-candidato fosse escolhido em fevereiro do próximo ano, durante o aniversário dos 40 anos do PT.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

“Já vi que perdi”, declarou a vice-governadora Regina Sousa (PT) ao comentar sobre a escolha do pré-candidato a prefeito do Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2020. Petista histórica, Regina defendia que o nome do pré-candidato fosse escolhido em fevereiro do próximo ano, durante o aniversário dos 40 anos do PT.

Regina acredita que com a escolha prematura de um pré-candidato, nome escolhido pode “virar um saco de pancadas”. Até o momento colocaram seus nomes à disposição os deputados estaduais Fábio Novo e Franzé Silva e o ativista social Júnior do MP3.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Regina SousaRegina Sousa

“Minha opinião pessoal não pesou, eles decidiram que vão escolher. Minha opinião pessoal é uma coisa maior, com uma grande festa, é aniversário do partido, 40 anos do PT em fevereiro. Eu achava que era o momento ideal. Lançar agora esse cara só vai apanhar muito. Vai virar um saco de pancadas, porque ele vai ficar sozinho. Qual foi o partido que já lançou candidato? Todo partido tem mais de um”, declarou.

Ao ser questionada sobre o MDB, que já confirmou Dr. Pessoa como candidato a prefeito, Regina ponderou que outros membros da sigla também disputam como pré-candidatos, como é o caso do vereador Luiz Lobão.

“Tem mais gente [do MDB] querendo ser [candidato] também. Não tem definição. Quando você define, você vira o alvo. É minha opinião, mas já vi que perdi”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington e Regina Sousa divergem sobre destino do PT em Teresina

Regina Sousa é contra definição antecipada de candidato do PT

Franzé ressalta acordo com Fábio Novo sobre disputa em Teresina