Eleições 2020

Wellington e Regina Sousa divergem sobre destino do PT em Teresina

O governador quer uma definição do candidato do PT em Teresina, mas, Regina acha que não é hora de definir agora por acreditar que o petista será o foco das críticas correndo o risco de se desgastar.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O PT vive hoje uma divergência de opiniões quanto a ideia de definir ainda este ano, o candidato do partido para concorrer à Prefeitura de Teresina nas eleições de 2020. Os dois principais líderes da sigla no estado hoje, o governador Wellington Dias e sua vice, Regina Sousa, caminham na contramão quanto à estratégia.

Em recente entrevista ao GP1, Wellington cobrou uma resposta rápida do partido sob alegação de que assim, os petistas terão mais tempo para tentar viabilizar o nome escolhido, fazendo apenas uma ressalva: que todo o processo seja construído na base do consenso. "Quem tem dois ou três candidatos não tem nenhum", disse o chefe do Palácio de Karnak na oportunidade.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wellington Dias e Regina SousaWellington Dias e Regina Sousa

Diferente do pedido do governador, Regina Sousa revelou ontem (29) à nossa reportagem, que para ela é estratégia errada optar por um nome agora. "Eu acho que escolher candidato agora, nesse momento, ele vai ser o foco, pode ser massacrado pela crítica. Quando chegar em março, ele pode estar cansado de tanto se defender, de tanto responder. Não acho que seja a hora, mas o Diretório Municipal é soberano", disse ela na ocasião.

Na visão da vice-governadora, o representante do PT pode ser “massacrado” e acabar se desgastando até o processo eleitoral. Regina ainda alertou para a possibilidade de uma outra alternativa se apresentar até o próximo ano.

É hoje!

Em meio a divergência de opiniões quanto o destino do Partido dos Trabalhadores no pleito que se avizinha na Capital, o Diretório de Teresina, que apoia o pré-candidato deputado Fábio Novo, quer ‘bater o martelo’ e definir um pré-candidato nesta quarta-feira (30). Uma reunião com as partes envolvidas será realizada para deliberar sobre a questão.

Mais candidatos

Além de Novo, o PT conta com mais dois postulantes à disputa pelo Palácio da Cidade, o também deputado estadual Franzé Silva e o ativista social Júnior do MP3.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“Quem tem 2 ou 3 candidatos não tem nenhum”, diz Wellington ao PT

Regina Sousa é contra definição antecipada de candidato do PT

Mais conteúdo sobre: