Esportes

Fifa vai duplicar a premiação da Copa do Mundo feminina

O conselho da Fifa, aprovou a duplicação do prêmio da Copa do Mundo feminina para US$ 30 milhões, que será dividido entre as 24 seleções que irão disputar a competição em 2019.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O conselho da Fifa, aprovou a duplicação do prêmio da Copa do Mundo feminina para US$ 30 milhões, que será dividido entre as 24 seleções que irão disputar a competição em 2019. Pela primeira vez, os clubes que cederem suas jogadoras para as respectivas seleções também irão receber uma compensação financeira.

Para a Fifa, esta é uma importante mensagem para o futebol feminino, e que certamente irá trazer melhorias para competição. Apesar do aumento, a Fifa foi criticada por atletas, e até mesmo pelo sindicato que representa jogadores de futebol em nível mundial, além de órgãos nacionais e jogadores individualmente.

Por meio de nota, o sindicato disse que entende a iniciativa da Fifa como uma boa disposição da entidade, porém que a meta de atingir igualdade para todos os jogadores da Copa do Mundo, independentemente do sexo, está mais longe.

“Na realidade, as mudanças significam, na verdade, um aumento na diferença entre prêmios em dinheiro de homens e mulheres”, diz a nota oficial.

A Copa do Mundo masculina recebeu 12% de aumento em premiação, chegando ao valor de US$ 400 milhões. O técnico da França, Didier Deschamps, que foi campeão do mundo neste ano, recebeu US$ 38 milhões da Fifa.

A Seleção que conseguir vencer a competição feminina no próximo ano vai receber o montante no total de US$ 4 milhões.

Mais conteúdo sobre: