Teresina - PI

Segundo suspeito de matar o policial Frantiaiallo Gonçalves é preso

O GP1 apurou que a prisão do acusado ocorreu nas proximidades da Avenida Miguel Rosa, perto do Hospital de Campanha João Fernandes Claudino, localizado na zona sul de Teresina.

Davi Fernandes
Teresina
Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Equipes da Polícia Militar prenderam no início da noite desta sexta-feira (28), por volta de 18h, o segundo suspeito de ter executado o soldado Frantiaiallo Gonçalves Pereira Silva, da Polícia Militar do Maranhão, que foi morto com um tiro no tórax na frente da Jelta Veículos, na Avenida João XXIII.

O GP1 apurou que a prisão do acusado ocorreu nas proximidades da Avenida Miguel Rosa, perto do Hospital de Campanha João Fernandes Claudino, localizado na zona sul de Teresina. Segundo a Polícia Militar, o veículo que estava sendo utilizado pelos criminosos no momento do crime também foi recuperado, bem como a possível arma do crime.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Suspeito estava no interior do veículo Suspeito estava no interior do veículo

Prisão do 1º suspeito

De acordo com o tenente Lima, do 5º Batalhão da Polícia Militar do Piauí (PM-PI) um policial à paisana, que estava a 300 metros do local do crime, no bairro São João, conseguiu capturar um dos suspeitos, identificado apenas como Diabão do Promorar.

“Foi um policial à paisana estava aqui na área e reconheceu e indicou os outros, que ainda estão em fuga. As equipes da PM estão em perseguição dos elementos que estão no Fiat Uno Branco. Esse foi preso, então ainda faltam mais dois”, informou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1PM prendeu um dos suspeitos de assassinar o soldadoPM prendeu um dos suspeitos de assassinar o soldado

Entenda o caso

Um soldado da Polícia Militar do Maranhão, identificado como Frantiaiallo Gonçalves Pereira Silva, foi assassinado com um tiro na tarde desta sexta-feira (28), por volta de 16h30 em frente a Jelta Veículo, na Avenida João XXIII, na zona leste de Teresina.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppIdentificação do soldadoIdentificação do soldado

Segundo a Polícia Militar do Piauí (PM-PI), a vítima estava esperando sua noiva na frente da Jelta Veículos. Os bandidos abordaram o soldado e efetuaram os disparos de arma de fogo e não levaram nenhum dos pertences dele.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Suspeito de assassinar policial militar é preso no bairro São João

Soldado da Polícia Militar é assassinado na Avenida João XXIII