Teresina - PI

Wellington Dias defende trabalho integrado entre estados do Nordeste

Wellington e outros oito governadores do Nordeste participam, nesta quarta-feira (21), do encontro do Consórcio Nordeste em Teresina.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
Wanessa Gommes
Teresina
Victória Xavier
Teresina
- atualizado

Encontro do Consórcio Nordeste em Teresina

O governador Wellington Dias (PT) participa, na tarde desta quarta-feira (21), da abertura da Assembleia Geral do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste. O evento acontece no Blue Tree Towers Hotel (Rio Poty), no bairro Ilhotas, em Teresina.

O evento tem como objetivo discutir políticas públicas conjuntas para a região. Participam do evento os governadores João Azevêdo (PB), Fátima Bezerra (RN), Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE), Flávio Dino (MA), Belivaldo Chagas (SE), os vice-governadores Luciano Barbosa (AL) e Luciana Santos (PE), o prefeito de Teresina, Firmino Filho, e outras autoridades.

Wellington avaliou que esse encontro é um “passo largo” que a região está dando. Para o petista o Piauí só tem a ganhar com a integração com os outros estados do Nordeste.

“O piauiense pode esperar um crescimento do Piauí junto com o Nordeste. Claro que tem particularidades em cada estado, mas eu creio que quando a gente olhar qual a pauta prioritária do Nordeste, nós vamos ver que dentro dela vão estar incluídas as grandes pautas do Piauí. Trabalhar isoladamente tem um efeito, é positivo, mas não é do tamanho de trabalhar integrado”, afirmou.

Firmino destacou que espera um resultado positivo do encontro. “É sempre uma honra a cidade receber os nove governadores da nossa região, a gente espera que o encontro seja produtivo, temos desafios em comum e é sempre bom que haja cooperação desses governadores na defesa de interesses sociais”, declarou.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, disse que o Nordeste tem um potencial extraordinário de ativos, de riqueza natural. “Daí, inclusive, temos a realização desse seminário com a presença da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústria de Base que vai reunir durante esses dois dias representantes das nossas companhias públicas, empresas privadas”, explicou.

“O foco é atrair investimentos para que a gente possa promover desenvolvimento da nossa região trazendo aquilo que o nosso povo mais precisa, que são empregos dignos para nossa população”, explanou.

Em relação à criminalidade, o governador do Ceará, Camilo Santana, disse que é um ponto a ser tratado. “Sem dúvidas, aliás o Nordeste foi muito importante ainda no ano passado na construção do estímulo da criação do Sistema Único de Segurança Pública, nós os governadores do Nordeste vimos um papel importante, o sistema foi aprovado, até na visão de que o crime ultrapassou as fronteiras dos estados, é uma questão que precisa ser olhado no nacional”.

“A preocupação das fronteiras e a responsabilidade de proteção das fronteiras tanto marítimas como terrestres no Brasil, onde entra o tráfico de drogas, então esse é um tema que é importante”, completou.

Santana destacou ainda o centro que está em funcionamento em Fortaleza desde 2018. “Nós criamos, aqui no Brasil, o Centro Integrado de Inteligência no Nordeste Brasileiro que funciona em Fortaleza desde dezembro do ano passado, precisamos integrar um banco de dados comuns, até porque um criminoso que comete um crime no estado ele foge para outro, então é preciso existir uma integração e essa área da segurança é uma área que está aqui hoje como prioridade e estamos criando estratégias para que possamos integrar algumas ações importantes nesta área”.

Para Flávio Dino, governador do Maranhão, o consórcio é um instrumento de desenvolvimento muito importante que "traz políticas de desenvolvimento para todos os estados da região. Piauí tem papel muito importante na formação do consórcio, nós partilhamos uma série de serviços públicos de enorme importância dos dois lados do rio Parnaíba".

João Azevêdo, governador da Paraíba, falou sobre o encontro que vai acontecer no mês de novembro na Europa. "Nós temos uma pauta na Europa, em novembro, com quatro países que demostraram interesses de conhecer, ver a forma e analisar como trazer investidores aqui para o Nordeste, são 57 milhões de consumidores, uma região muito forte que tem um potencial enorme, que podemos, através desse instrumento moderno de gestão, trazer benefícios, não só na economia que pode gerar com relação às compras, por conta de escala de compras que vai se ter a partir da união, mas acima de tudo da capacidade que trazer investimentos para toda a região".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington destaca pontos a serem tratados no Consórcio Nordeste

Reunião de governadores terá representante de países árabes em Teresina

Wellington Dias vai reunir governadores do Nordeste em Teresina