GP1

Teresina - Piauí

Obra na Ponte do Tancredo Neves vai continuar nesta quinta-feira

O trabalho consiste inicialmente na retirada da pavimentação existente, que está vencida, para logo que logo depois seja implantado um novo asfalto.

Lucas Dias/GP1 1 / 6 Transito na ponte do Tancredo Neves Transito na ponte do Tancredo Neves
Lucas Dias/GP1 2 / 6 Recapeamento asfáltico na ponte do Tancredo Neves Recapeamento asfáltico na ponte do Tancredo Neves
Lucas Dias/GP1 3 / 6 Ponte sendo recapeada Ponte sendo recapeada
Lucas Dias/GP1 4 / 6 Ponte do Tancredo Neves Ponte do Tancredo Neves
Lucas Dias/GP1 5 / 6 Ponte do Tancredo Neves sendo recapeada Ponte do Tancredo Neves sendo recapeada
Lucas Dias/GP1 6 / 6 Motoqueiro passando pela ponte Motoqueiro passando pela ponte

As obras de retirada do asfalto antigo da Ponte do Tancredo Neves, na zona sudeste de Teresina, vão continuar nesta quinta-feira (27), a partir de 20h. Os serviços tiveram início ontem à noite pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Semduh – que está realizando esta etapa da obra em parceria com o DNIT.

O trabalho consiste inicialmente na retirada da pavimentação existente, que está vencida, para que logo depois seja implantado um novo asfalto. Essa última parte da obra será executada pelo DNIT, que é responsável pelo trecho por se tratar de uma rodovia federal.

De acordo com o coordenador de asfalto da Semduh, Daniel Pereira, a previsão inicial era realizar a retirada de todo o material ainda ontem, no entanto, devido à espessura do asfalto houve a necessidade de se estender até hoje. “O DNIT pediu para a prefeitura fazer a remoção do asfalto, mas a gente não conseguiu concluir ontem, pois o asfalto está muito grosso. Quando concluir essa parte de retirada, a reposição somente o DNIT vai poder dizer a data”, pontuou.

Segundo o superintendente do DNIT no Piauí, Ribamar Bastos, o órgão havia cedido, anteriormente, o material de fresagem à Prefeitura de Teresina, que utilizou para pavimentação em algumas ruas da zona sul da cidade. Desse modo, a ideia é, justamente, trabalhar de forma conjunta para a restauração do asfalto.

“Nós fizemos fresagem de toda a BR-316, do elevado da Miguel Rosa até a Casa de Custódia, e nós cedemos o material fresado à Prefeitura, para a correção de ruas que não apresentavam pavimentação na zona sul da Capital. Em contrapartida, nós pedimos para eles fresarem a ponte e estamos trabalhando nessa parceria”, concluiu.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.