GP1

Teresina - Piauí

Gilberto Albuquerque diz que novos grupos de risco serão vacinados esta semana

Segundo o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, idosos e pessoas com comorbidades começarão a ser imunizados com o terceiro lote que chega hoje a Teresina.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, Gilberto Albuquerque, disse nesta segunda-feira (25), em entrevista ao GP1 que ainda essa semana deve iniciar a vacinação para as pessoas com comorbidades, acamadas e idosos (que não estão em abrigos) com o terceiro lote da coronavac programada para chegar ainda hoje.

Gilberto explicou que o primeiro lote da coronavac imunizou os profissionais da saúde que estão na linha de frente da covid-19 e os idosos institucionalizados. Já o segundo lote, da vacina de Oxford, que chegou nesse domingo (24), vai imunizar os demais profissionais de saúde.

Foto: Brunno Suênio/GP1Gilberto Albuquerque
Gilberto Albuquerque

“O primeiro lote que foram 11 mil doses a gente administrou em servidores que trabalharam exclusivamente na área covid-19, agora, nesse segundo lote, nós vacinaremos os demais profissionais de saúde, que trabalham em laboratório e setor de exames”, afirmou.

Ainda de acordo com o presidente, o número ideal de profissionais vacinados é 85%. “A gente considera que 85% é um número aceitável. Levando em conta que havíamos vacinado 34% dos servidores da saúde e com esse número de doses agora vacinaremos mais 30%, somando tudo nós teremos, nessa semana, 64% dos profissionais de saúde vacinados, então estamos precisando de mais ou menos 20% para que a gente consiga completar o suficiente nos servidores de saúde”, declarou.

Logo em seguida, com o terceiro lote, serão vacinados outros grupos prioritários. “Logo após, partiremos para outros grupos que são os acamados, com comorbidades e os idosos, que já deverão entrar no próximo lote”, contou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.