GP1

Altos - PI

Jornalista da TV Clube é agredida em estádio após jogo na cidade de Altos

A repórter filmava uma briga quando teve o celular arrancado à força e foi agredida fisicamente.

A jornalista Emanuele Madeira, do Globo Esporte Piauí - TV Clube, foi agredida por um homem que vestia uniforme do Altos, durante confusão generalizada na noite desta quarta-feira (05), no estádio Felipão, após um jogo. A repórter filmava a briga quando teve o celular arrancado à força pelo homem, que a agrediu no braço e chegou a agarrar seu pescoço.

O fato aconteceu ao final da partida disputada pela 9ª rodada do campeonato estadual, onde o Altos venceu o Fluminense-PI por 2 a 0. A TV Clube emitiu uma nota repudiando o ocorrido, e segundo a emissora, a confusão começou com uma discussão entre o técnico do Fluminense e o presidente do Altos, o deputado Warton Lacerda (PT).

Foto: Reprodução/InstagramMomento da agressão
Momento da agressão

“Um bate-boca entre o técnico Wallace Lemos, do Flu-PI, e o presidente do Jacaré, Warton Lacerda, desencadeou uma batalha campal na porta dos vestiários do estádio Felipão, em Altos”, diz a nota.

Em um vídeo divulgado pelo Globo Esporte, é possível ver que a jornalista registrava o momento da confusão quando o homem disse que ela não deveria filmar. Ele tomou o celular da profissional e ela, ao tentar recuperar o aparelho, foi agredida por ele, que agarrou seu pescoço. “Enquanto filmava a briga, a profissional da TV Clube, afiliada da Globo no estado, teve o celular arrancado à força e foi agredida no braço por uma pessoa que depois a agarrou pelo pescoço se recusando a devolver o material de trabalho da jornalista”, afirma a TV Clube na nota.

Por fim, a emissora repudiou as agressões sofridas pela jornalista Emanuele Madeira. “A Rede Clube repudia de forma veemente as agressões físicas e verbais sofridas pela nossa colaboradora”, finaliza. A jornalista registrou Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil.

Leia a nota da TV Clube na íntegra:

A jornalista Emanuele Madeira, do #ge, foi agredida por um homem que usava o uniforme do #Altos, do #Piauí, durante confusão generalizada do clube com o Fluminense-PI após partida da 9ª rodada do campeonato estadual.

Um bate-boca entre o técnico Wallace Lemos, do Flu-PI, e o presidente do Jacaré, Warton Lacerda, desencadeou uma batalha campal na porta dos vestiários do estádio Felipão, em Altos, a 40km de Teresina.

Enquanto filmava a briga, a profissional da TV Clube, afiliada da Globo no estado, teve o celular arrancado à força e foi agredida no braço por uma pessoa que depois a agarrou pelo pescoço se recusando a devolver o material de trabalho da jornalista.

A #RedeClube repudia de forma veemente as agressões físicas e verbais sofridas pela nossa colaboradora.

Outro lado

O GP1 tentou contato com o deputado Warton Lacerda, mas ele não atendeu às ligações.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.