GP1

Teresina - Piauí

Prefeito Dr. Pessoa ameaça deixar MDB após atrito com Luiz Lobão

"Eu saí do ventre da minha mãe, por que não posso sair de outro lugar?", questionou o prefeito.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, afirmou nesta terça-feira (14) que pode deixar o partido caso os problemas com o vereador Luiz Lobão não sejam resolvidos. Os dois trocaram farpas recentemente depois que Lobão criticou a atuação do prefeito na questão do transporte público.

Durante entrevista à imprensa, Dr. Pessoa brincou afirmando que deixou até “o ventre” de sua mãe, portanto poderá deixar a sigla. “Eu saí do ventre da minha mãe, por que não posso sair de outro lugar? A dificuldade que tinha era porque ela era desnutrida, não tinha parteira, não tinha médico e eu saí”, disse em tom de brincadeira.

Foto: Lucas Dias/GP1Dr. Pessoa
Dr. Pessoa

Marcelo Castro tenta acalmar os ânimos

O senador Marcelo Castro, presidente estadual do partido, articula um encontro para tentar acalmar os ânimos entre os dois. Contudo, Dr. Pessoa já avisou que o vereador deverá seguir regras para que a “paz seja selada”.

“O senador Marcelo Castro, além de culto é presidente do partido no Piauí, quem atirou pedras foi o Luiz Lobão. Não tem portas fechadas para conversar com ele, principalmente, se vier com o senador Marcelo, agora tem regras”, afirmou o prefeito.

Dr. Pessoa ressaltou que o vereador deve ter respeito e afirmou que quem não é “emedebista raiz” é fácil de ser removido. “Se ele [Luiz Lobão] atirou pedras, ele tem que tirar as pedras do caminho e ter um olhar republicano, de respeito, de dignidade, ele é emedebista de raiz e eu não sou e quem não é de raiz é fácil de ser removido, quem é de raiz como ele, é difícil”, alertou.

Questionado se há a possibilidade de deixar o MDB, partido pelo qual foi eleito, Dr. Pessoa foi enfático ao afirmar que sim. “Com certeza, se a coisa não melhorar no bom sentido de as coisas apaziguarem eu estou dizendo que poderei sair do partido. O senador é um homem de harmonia quando ele vier conversar comigo vou dizer quais são as regras para o Luiz Lobão, se ele achar que não [será resolvido], eu vou analisar o plano B, plano A é ficar no partido e plano B é sair do partido”, garantiu o prefeito.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.