GP1

Piauí

Olavo Rebelo entrega hoje parecer sobre suspeição de Luciano Nunes

Wellington Dias pediu suspeição do conselheiro Luciano Nunes para que fique impedido de atuar em processos que envolvam o Executivo.

O conselheiro Olavo Rebelo entrega nesta quinta-feira (14) ao presidente do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), Abelardo Vilanova, o relatório sobre o pedido de suspeição do conselheiro Luciano Nunes.

“Tenho prazo até hoje para entregar o processo e irei cumprir o prazo encaminhando ao presidente. Como se trata de um processo em segredo de Justiça, não posso adiantar nada, vai competir ao presidente Abelardo Vilanova pedir pauta quando for possível para sessão decisória”, afirmou Olavo em entrevista à imprensa nesta quinta.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Olavo Rebelo Olavo Rebelo

Segundo os trâmites, o presidente do TCE-PI escolhe quando será levado a plenário. O prazo para a finalização dos trabalhos depende da dinâmica das discussões.

Entenda o caso

No fim do mês de agosto o governador Wellington Dias encaminhou para a presidência do Tribunal de Contas (TCE-PI) um pedido de suspeição do conselheiro Luciano Nunes e de mais quatro técnicos do órgão para que estes fiquem impedidos de atuar em processos que envolvam o Executivo. A justificativa foi de que o conselheiro é o pai do presidente do PSDB e ex-candidato ao Governo, Luciano Nunes Filho, que faz oposição a ele.

Em resposta o conselheiro disse que não há irregularidade em ser pai de Luciano Filho. “Não há qualquer ilegalidade. Não podemos analisar apenas os aspectos político e de parentesco. Se for analisar isso aqui no Tribunal ninguém pode votar. Nós temos que analisar os aspectos técnicos”, defendeu.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Olavo Rebelo aguarda parecer sobre suspeição de Luciano Nunes no TCE

Parecer do MPC sobre suspeição de Luciano Nunes chega ao TCE

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.